bem-estar   / Além da estética

De enxaqueca ao bruxismo: 6 usos do botox que vão além dos fins estéticos

A médica Raquel Moreira revelou outras aplicações possíveis da toxina botulínica que vão além do combate às rugas

Bons Fluidos Publicado quinta 12 agosto, 2021

A médica Raquel Moreira revelou outras aplicações possíveis da toxina botulínica que vão além do combate às rugas
Entenda como a toxina botulínica pode ser uma aliada do seu bem-estar - Freepik/ freepik

A toxina botulínica, popularmente conhecida como Botox, se consolidou como a grande referência no tratamento de rugas e na prevenção do envelhecimento. Não à toa, tornou-se um dos procedimentos estéticos mais realizados em todo o mundo. Mas sua aplicação não se restringe a esse tipo de finalidade – para espanto de muitos. 

A médica Raquel Moreira elenca sete possíveis usos do botox que vão além do combate às linhas de expressão. Confira!

+++ A mente afeta o corpo! Autora conta como descobriu e se curou de doença psicossomática ao assumir responsabilidade curativa

Para levantar os olhos

Muitas das marcas de expressão que aparecem na face são provocadas pela contração dos músculos, cujos tecidos acabam atrofiando com o tempo. O Botox surge, então, como uma substância eficaz para promover o “relaxamento” da musculatura hipercontraída, melhorando, assim, o aspecto da pele. Por isso, é uma ótima opção para levantar o olhar.

“A sobrancelha acaba ficando flácida com a idade, apresentando aquela aparência ‘caída’. Ao ser aplicado, o botox é capaz de paralisar temporariamente o músculo na região, dando um aspecto mais descansado aos olhos e ao rosto, de forma geral”, explica. 

Para corrigir movimentos involuntários

A toxina age na correção das contrações dos músculos, até mesmo nos casos involuntários. “É o caso do blefaroespasmo, que faz a pessoa piscar repetidamente, sem controle das pálpebras”, diz.

Para aliviar rigidez muscular

Outra indicação envolve casos de rigidez muscular, como aqueles que incluem paralisia cerebral. “Há pessoas que ficam com as mãos duras e fechadas. Ela não recupera o movimento, mas percebe melhora no uso do músculo, sentindo, dessa maneira, alívio das dores”, enfatiza.

+++ Você já ouviu falar em linhas de marionete? Dermatologista esclarece as principais dúvidas sobre o assunto

Para tratar o bruxismo

O bruxismo é uma condição clínica em que os pacientes apertam ou rangem os dentes involuntariamente, trazendo uma série de problemas à saúde bucal. “A toxina botulínica também pode ajudar a aliviar esse quadro, sendo aplicada nos músculos responsáveis pela mastigação”, afirma. 

Inclusive, o Botox também ganha outras utilizações no ramo da Odontologia. “A toxina pode corrigir o sorriso gengival e tratar salivação excessiva, por exemplo”, acrescenta Raquel.

Para combater excesso de suor

Se você sofre com a transpiração excessiva nas axilas, mãos, pés ou testa, fenômeno chamado de Hiperidrose, saiba que esse problema pode ser resolvido com algumas aplicações de Botox. “A substância inibe um neurotransmissor que regula a atividade das glândulas sudoríparas, reduzindo a produção de suor”, pontua.

Para acabar com a enxaqueca

Em outras áreas da medicina, como a neurologia, a toxina botulínica é usada no controle da enxaqueca e transtornos neuromusculares. “Alguns tipos da doença podem ser minimizados com aplicações em locais específicos ao redor da cabeça e na cervical, e os resultados podem ser sentidos a partir da segunda ou terceira sessão. O tratamento dura, pelo menos, um ano”, destaca a especialista.

Último acesso: 23 Jan 2022 - 18:33:15 (1045540).