inspiracao   / Reflorestamento

Paquistão paga desempregados para plantarem 10 bilhões de árvores durante a pandemia

O projeto pretende reflorestar o país durante os próximos 5 anos

Bons Fluidos Publicado sexta 9 outubro, 2020

O projeto pretende reflorestar o país durante os próximos 5 anos
O Paquistão ocupa a quinta posição na lista de países mais afetados pelo aquecimento global - Pexels

O paquistão criou uma iniciativa brilhante para ajudar o meio ambiente e  trabalhadores que perderam seus empregos durante a pandemia. 

Em 2018, o primeiro-ministro do Paquistão, Imran Khan, fundou um projeto para reflorestar partes do país, que ocupa a quinta posição na lista de países mais afetados pelo aquecimento global nos últimos 20 anos, segundo o Índice Global de Risco Climático 2020.

Diante da crise do novo coronavírus, o governo decidiu contratar no início deste ano, mais de 63 mil paquistaneses desempregados para ajudar no plantio de 10 bilhões de árvores que deverão reflorestar, em 5 anos, áreas afetadas por um tsunami em 2010.7

+ VEJA TAMBÉM: Saiba porquê a Serra do Roncador, no MT, é um dos lugares mais misteriosos do país

O programa disponibilizado pelo governo oferece 500 rúpias paquistaneses, o equivalente a 3 dólares por dia, para os trabalhadores, que trabalham respeitando regras de distanciamento social e uso de máscaras de proteção. 

“Essa trágica crise proporcionou uma oportunidade e a agarramos. Nutrir a natureza chegou ao resgate econômico de milhares de pessoas”, disse Malik Amin Aslam, consultor de mudanças climáticas do primeiro-ministro.
 

Último acesso: 25 Oct 2020 - 04:35:38 (1043588).