Testeira
  coluna-jamar-tejada   / Alimentação importa

Açúcar e envelhecimento! Entenda a relação e como desacelerar esse processo

Na coluna desta semana, Jamar Tejada falou sobre a influência do açúcar para o envelhecimento tanto da pele quanto na saúde sistêmica

JAMAR TEJADA Publicado quarta 17 fevereiro, 2021

Na coluna desta semana, Jamar Tejada falou sobre a influência do açúcar para o envelhecimento tanto da pele quanto na saúde sistêmica
Saiba como o açúcar pode influenciar no envelhecimento do corpo - Freepik

Na minha última coluna escrevi sobre os pilares do envelhecimento e na coluna de hoje vou dedicar exclusivamente a um dos pilares mais importantes e possivelmente não conhecido para a maioria dos leitores: o açúcar!

Muitas pessoas acreditam que o açúcar só é proveniente de doces, vi e vejo muitos diabéticos que acreditam que não os consumindo já estão protegidos dos malefícios. Triste ilusão! É preciso entender o que é o açúcar.

O açúcar não está apenas nas sobremesas

O açúcar é um tipo de carboidrato contido naturalmente nos alimentos, dos quais nossos corpos precisam de uma quantidade mínima todo dia para continuar trabalhando, ou seja, ele é uma fonte direta de energia. Este ingrediente é consumido de diversas maneiras, mas no final, o nosso corpo transforma quase todo o açúcar que ingerimos em glicose, a famosa "glicemia".

+++ A idade chega para todos! 10 regras básicas para desacelerar o envelhecimento

A glicose é o açúcar primário que o nosso corpo utiliza para gerar a energia necessária. Esse processamento do açúcar começa na boca, onde a saliva começa a degradar os alimentos até moléculas mais simples, depois os sucos gástricos do estômago continuam digerindo os carboidratos em moléculas de açúcar menores, essas moléculas se movem para o intestino delgado, onde a maioria é finalmente transformada em glicose, absorvida na nossa corrente sanguínea e transportada por todo o corpo para fornecer energia. O problema está no excesso dessa energia, nessa glicose não aproveitada.

Logo, o consumo de alimentos ricos em carboidratos está diretamente relacionado à medida, velocidade e intensidade do açúcar que circula em nosso sangue, apontadas pelo que chamamos de  Índice Glicêmico (IG). Uma alimentação controlada, equilibrada faz com que o organismo absorva e trabalhe apenas com a parte benéfica que essas substâncias produzem a energia para nosso corpo.

É muito importante saber quais alimentos tem alto e baixo índice glicêmico. Os carboidratos mais simples, encontrados em cereais, massas, arroz, batatas, frutas, laticínios e legumes, entram na corrente sanguínea mais depressa e são considerados de alto índice glicêmico (IG), o indicador da velocidade dessa ação. O açúcar dos carboidratos complexos, com menos calorias e ricos em fibras, atingem a corrente sanguínea com velocidade mais lenta, por isso são considerados de baixo IG. Então, alimentos com baixo IG podem diminuir as chances de picos de açúcar no sangue, e dessa forma ajudam a manter os níveis normais de glicose no geral. E por que estou falando sobre a velocidade da entrada da glicose? Porque essa velocidade exagerada de entrada de glicose causa um estresse nas nossas células, resultando no estresse oxidativo e consequentemente nos deixando mais velhos na mesma velocidade!

+++ Aromas que curam: um guia completo sobre aromaterapia e seus efeitos no organismo

Açúcar envelhece

Entendido esse processo e desmistificado que o açúcar só existe em doces, vamos a infeliz notícia: o açúcar envelhece! O consumo excessivo de carboidratos acelera o processo de envelhecimento cutâneo, tornando mais rápido o aparecimento de rugas e flacidez, ou seja, quanto maior a dose de glicose (“açúcar”) concentrada no sangue, mais rápido será o processo de  envelhecimento. Você deve estar pensando então que basta não ingerir carboidratos para diminuir o processo! Não é bem assim, até porque além de importantes fontes de energia para o corpo, essas substâncias também são essenciais para o bom funcionamento do organismo. O envelhecimento cutâneo é um processo contínuo, que não pode ser pausado, pelo menos até o momento que escrevo essa coluna não existe esse milagre, mas existem formas de minimizar a sua ação como, por exemplo, uma alimentação balanceada e rica em vitaminas, minerais e antioxidantes (vitaminas E, C e A, polifenóis e selênio).

Quando os açúcares e amidos são ingeridos em excesso, ativam a cadeia do processo inflamatório por todo nosso organismo, pensando mais especificadamente na pele quando a glicose adere ao colágeno da nossa cútis, assim como em outras partes do nosso corpo começa um processo chamado glicação. A glicação é um processo no qual uma molécula de um carboidrato, como a glicose ou um lipídeo, unem-se a outra de uma proteína, como o colágeno e a elastina que não consegue mais desempenhar seu papel como deveria, desestabilizando e quebrando-a. A glicação causa uma ação tão prejudicial quanto a dos radicais livre.

O processo de glicação forma os chamados AGEs (Advanced Glycosylation End Products ou Produtos de Glicação Avançada),palavrinha que você já deve ter ouvido se é mais atento a questão envelhecimento, esses AGEs que irão causar oxidação, inflamação e envelhecimento precoce.

+++ Clean beauty: o novo conceito em cosmética natural que é tendência mundial

Mas gostaria de explicar ainda mais detalhadamente esse processo de glicação. Os AGEs têm receptores específicos na nossa pele, ou seja, eles conseguem se encaixar muito bem na mesma e além do mal que eles já causam, intensificam os danos e a inflamação provocados pelos radicais livres, a dupla dinâmica do mal. Essa reação de ambos provoca um enrijecimento dos tecidos responsáveis pela firmeza e elasticidade da pele, causando danos nas fibras dérmicas, desencadeando então a flacidez e rugas.

Com o passar dos anos esse processo de glicação tende a aumentar. Quando se é mais jovem, o corpo tem mais recursos para afastar e lidar com os danos causados por esses, assim como produzir mais colágeno e elastina, pois a  glicação é algo que acontece de forma gradual ao longo da vida para a maioria das pessoas com níveis normais de glicose no sangue, por isso a importância de uma alimentação saudável, evitando os excessos dos ativadores da cadeia inflamatória. Com a idade esses subprodutos começam a se acumular com facilidade e quanto mais toxinas você ingerir mais difícil será essa limpeza do organismo. 

Além disso, os AGEs produzidos pela glicação, podem afetar também a estrutura da parede das artérias, deixando-as rígidas, levando a uma série de problemas. Portanto, não pense que os AGEs só prejudicam a linda pele do seu rosto, eles agem sobre sua saúde sistêmica!

Dermocosméticos e cápsulas antiglicantes existem? Não seriam a solução?

Sim! Existem os dois! Quanto aos dermocosméticos existem desde cremes até sabonetes com ação antiglicante que agem protegendo, melhorando a flexibilidade, elasticidade e firmeza e podem ter seu efeito potencializado quando associados a outros ativos antioxidantes. Quanto as cápsulas, o mercado já disponibiliza ativos específicos diretamente ao processo de glicação! Eles não são a solução, mas ajudam muito a pisar no freio desse processo! Consulte seu médico e/ou farmacêutico!

+++ Antioxidante, anti-inflamatório, anti-hipertensivo, antidiabético e antimutagênico: conheça mais sobre o Chá Verde

Então qual o segredo na alimentação para o anti-envelhecimento?

Para manter uma pele saudável e jovem por mais tempo, devemos evitar alimentos com alto índice glicêmico. Substituir os carboidratos simples pelos integrais, e o açúcar refinado pelo mascavo ou mel, já é um grande passo, pois estes, apesar de terem o mesmo ou próximo valor energético, têm vitaminas e substâncias antioxidantes. 

Quais alimentos são proibidos pensando em uma dieta anti-envelhecimento?

Como disse não há dieta que retarde o envelhecimento diretamente, mas posso citar uma infinidade de alimentos que deveriam ser evitados como o xarope de algave, biscoito de arroz, margarina, manteiga, batatas fritas, embutidos, refrigerantes e bebidas açucaradas, barrinhas de chocolate com menos de 60% de cacau e o sal. Em suma a regra é a mesma para dietas de perda de peso e anti-inflamatórias, diminua processados, volte ao integral e ingira mais fibras! O processo de juventude inicia pelo intestino!

JAMAR TEJADA


Todas as quartas-feiras temos conteúdos exclusivos sobre métodos naturais para cuidarmos da saúde e do corpo... Daquele jeito que nós amamos!

Instagram: @Tejard

Contato: (11) 3063-1333

ACESSEM OUTROS TEXTOS QUE JÁ FORAM AO AR:

+++ Aromas que curam: um guia completo sobre aromaterapia e seus efeitos no organismo

+++ Minimalismo: A constante luta contra o apego, quando o menos vale mais

Último acesso: 23 Sep 2021 - 23:16:52 (1044388).