inspiracao   / Todo cuidado é pouco

Gravidez e amamentação x Coronavírus: Obstetra esclarece se pandemia oferece risco às mamães

Dra. Roberta Grabert explica que coronavírus é menos pior do que a H1N1 para as gestantes

Redação Bons Fluidos Publicado segunda 23 março, 2020

Dra. Roberta Grabert explica que coronavírus é menos pior do que a H1N1 para as gestantes
Gravidez x coronavírus: saiba como lidar durante a pandemia - Freepik

Desde que as principais notícias sobre o novo coronavírus (Covid - 19) começaram a tomar conta dos noticiários, afirma-se que o isolamento é a principal medida preventiva a ser tomada, principalmente para as pessoas que estão no grupo de risco (idosos, diabéticos, asmáticos e hipertensos).

Mas e as gestantes? Qual cuidado deve ser tomado para as novas mamães do pedaço?

Para entender um pouco melhor sobre os riscos que essa pandemia oferece às grávidas, conversamos com a Médica Ginecologista especializada em telemedicina e Obstetra, Dra. Roberta Grabert, e esclarecemos alguns pontos importantes.

Confira!

1) Qual cuidado especial as grávidas precisam ter nesse momento?

O COVID-19, diferentemente do H1N1, não parece ser pior nas grávidas, mas, em geral, gestantes são sempre grupo de risco, pois algumas não respondem bem às infecções. Então, distanciamento social é fundamental! Se tiver algum sintoma, mesmo que leve, entre em contato com o serviço de pré-natal, mas NÃO vá ao posto ou ao consultório!

Ligue para o serviço de Pré-Natal para reprogramar suas consultas e exames! Agora, a recomendação essencial é: TODA grávida e puérpera (que acabou de dar à luz), até 45 dias pós-parto, deve tomar a vacina da gripe, o mais breve possível!

2) Há risco de infectar os bebês que ainda não nasceram?

Como é um vírus novo a casuística é pequena, mas ao que tudo indica, a transmissão da mamãe para o feto acontece, mas não parece ser prejudicial! 

AMAMENTAÇÃO

Podem continuar amamentando normalmente! Não há nenhuma contraindicação para pacientes com coronavírus.

A obstetra também explicou que a amamentação é um período em que a fisiologia feminina está voltada para a nutrição do neném. Geralmente gastamos mais calorias do que o basal, então as mamães não precisam se preocupar com gastar calorias durante a quarentena... Só após o segundo mês de vida do bebê.

Após esse tempo, é aconselhado o retorno às atividades físicas, sempre leves --  em casa, durante o isolamento, claro.

PARA PACIENTES COM CORONAVÍRUS, O PARTO NORMAL ESTÁ LIBERADO

É importante ressaltar que "não há contra indicação, nem de parto vaginal e nem de amamentação para pacientes com Coronavírus", revelou a Dra.

Ela ainda completou: "Converse sempre com a equipe obstétrica! E lembre-se que só se pode levar um único acompanhante para todo trabalho de parto e as visitas estão suspensas!"


Dra. Roberta Grabert

Médica Ginecologista especializada em telemedicina e Obstetra formada há 29 anos pela FMUSP, pós-graduada em sexualidade humana e Telemedicina, MBA em Gestão de saúde pelo INSPER/HIAE e liderança associada ao movimento Livres.

Último acesso: 08 Aug 2020 - 06:49:54 (1042438).