inspiracao   / Coronavírus

Ex-aluno vira médico, reencontra professora 35 anos depois e a ajuda no tratamento da covid-19

Elzinha ficou internada por 40 dias com covid-19 e foi tratada por ex-aluno que não via há mais de três décadas

Bons Fluidos Publicado quinta 15 abril, 2021

Elzinha ficou internada por 40 dias com covid-19 e foi tratada por ex-aluno que não via há mais de três décadas
Contaminada pela Covid, a professora ficou internada sob os cuidados do seu ex-aluno - TV Globo

O universo muitas vezes nos dá oportunidades de retribuirmos o que recebemos e esta história é um belo exemplo disso! O médico Flávio Borsetti teve esta oportunidade ao reencontrar sua ex-professora da pré-escola no hospital onde trabalha em Matão, no interior de São Paulo. 

Após 35 anos sem ver Elza Bussola Ribeiro, conhecida como Tia Elzinha, o médico intensivista recebeu no Hospital Carlos Fernando Malzoni a ex-professora de 73 anos, que se encontrava em estado grave após diagnóstico de covid-19. Mesmo mais de três décadas depois, ele se lembrou da educadora e a ajudou no tratamento da doença. 

+ VEJA TAMBÉM: Heroína! Enfermeira que empurrou maca com paciente em rodovia recebe homenagens

Ele usou suas redes sociais para compartilhar uma foto do reencontro e um depoimento emocionante: "Existem coisas, fatos e pessoas que marcam a gente ao longo da nossa vida. E uma dessas pessoas foi minha professora do prézinho, dona Elza ou tia Elzinha. Muitos anos se passaram e eu acabei reencontrando [ela], só que em uma situação bem diferente". 

Contaminada pela covid-19, dona Elzinha passou 40 dias internada sob os cuidados do ex-aluno, que retribuiu todo o carinho que recebeu quando estudou com a professora em 1986 na Escola Estadual José Inocêncio da Costa. Em entrevista ao G1, Flávio contou que ficou muito feliz quando a vida os colocou frente a frente novamente. 

Felizmente, dona Elza venceu a covid-19 e recebeu alta do hospital após ser cuidada pelo ex-aluno e agradeceu: "Depois de 35 anos, você e Deus me deram a oportunidade de continuar aqui. Obrigada doutor Flávio, meu querido aluno”. 

Último acesso: 06 May 2021 - 03:15:07 (1044765).