inspiracao   / Bitucas de cigarro

Empresa francesa reutiliza bitucas de cigarro e as transforma em roupas para o inverno

Este ano, as bitucas de cigarro recolhidas na periferia de Paris foram usadas na produção de coletes para o inverno

Bons Fluidos Publicado segunda 13 dezembro, 2021

Este ano, as bitucas de cigarro recolhidas na periferia de Paris foram usadas na produção de coletes para o inverno
Empresa francesa reutiliza bitucas de cigarro e as transforma em roupas para o inverno - Pixabay

Que o cigarro é um produto que faz extremamente mal para o fumante, com suas 4700 substâncias tóxicas, nós já sabemos. Mas pensar que as pontas de cigarro jogadas nos cinceiros, lixos ou lançadas nas calçadas são prejudiciais para o meio ambiente também é necessário.

A título de curiosidade, uma única bituca demora em média 12 anos para se decompor na natureza. Por ano, são descartadas cerca de 4,3 trilhões de pontas de cigarro em todo o mundo.

+++ ''Amor nas Ruas'': Artista lança série de vídeos com histórias de amor de casais em situação de rua

Pensando nisso, uma start-up francesa desenvolveu um produto revolucionário que reutiliza essas pontas e as transforma em produtos inimagináveis, pensando na procedência do material: tecidos para a confecção de roupas de frio.

Processo de transformação: de bitucas para roupas de frio

O coletivo No Mégots que, traduzindo do francês para o português significa 'Sem Bitucas', dá início ao processo recolhendo as pontas de cigarros em Saint-Denis, periferia de Paris, capital francesa. Para além da coleta, os participantes do No Mégots ainda fazem um trabalho comunitário distribuindo pela cidade lixos apropriados para o descarte das bitucas.

Com as bitucas em mãos, o papel, as cinzas e o resto do tabaco são separados e levados para a compostagem. O problema -- que agora é solução -- mora no filtro, que abriga as substâncias tóxicas que poluem o meio ambiente quando descartadas inadequadamente.

+++ Thales Bretas joga cinzas de Paulo Gustavo em rio de uma das cidades preferidas do ator: ''O dia ficou mais colorido quando te recebeu''

Os filtros, que passam por um tratamento de limpeza, são usados como isolantes térmicos, dado que estão devidamente limpos, sem o cheiro do cigarro, ganhando assim uma nova utilidade.

Para a imprensa, TchaoMégot Amélie Velte, engenheira, explicou: "Temos a vocação de nos tornarmos um dos principais atores da reciclagem de pontas de cigarro na França, e também no território europeu. Estamos investindo em uma unidade industrial para poder processar uma quantidade ainda maior de cigarros". As informações são da France24., RFI.

Este ano, a empresa dedicou seu trabalho à produção de coletes para o inverno. Para cada peça são utilizadas 3200 bitucas. Os coletes são vendidos por 100 euros, o que na conversão atual gira em torno de 600 reais.

Último acesso: 24 Jan 2022 - 03:42:17 (1046307).