inspiracao   / Emoção em Tóquio

Deu 'Baile de Favela' nas Olimpíadas! Rebeca Andrade dá show e conquista medalha de prata na ginástica

Rebeca Andrade entrou para o rol de melhores atletas olímpicas da ginástica após medalha de prata

Bons Fluidos Publicado quinta 29 julho, 2021

Rebeca Andrade entrou para o rol de melhores atletas olímpicas da ginástica após medalha de prata
Rebeca Andrade conquistou o título de segunda atleta de ginástica artística mais completa do momento - Reprodução/ TV Globo

Rebeca Andrade fez o coração de muitos brasileiros apaixonados por competição quase sair para fora depois de conquistar a primeira medalha olímpica da ginástica feminina da história do Brasil durante competição na manhã desta quinta-feira, 29.

Ao som do funk "Baile de Favela", de MC João, a atleta de 22 anos deu um show de acrobacias e talento ao fazer uma apresentação quase impecável nos tablados das Olimpíadas de Tóquio, que garantiu o título de segunda atleta da ginástica mais completa do mundo. 

+++ Ao som de ''Baile de Favela'', Rebeca Andrade conquista vaga em três finais nas Olimpíadas de Tóquio

Em entrevista à TV Globo após subir ao pódio, a atleta homenageou as outras meninas da ginástica e comentou a desistência de Simone Biles. Rebeca também emocionou ao dizer em depoimento que se considera vencedora mesmo se não tivesse ganhado a competição: "Eu acho que mesmo que se eu não tivesse ganhado a medalha eu teria feito historia, justamente por conta da minha história, meu processo para chegara até aqui. Eu tive pessoas maravilhosas que me ajudaram e espero que vocês também tenham que te ajudem a chegar no topo assim como eu cheguei"

+++ Fez história! Com apenas 13 anos, Rayssa Leal se torna a medalhista olímpica mais jovem do Brasil

Superação

Apesar de jovem, Rebeca Andrade tem um longo relacionamento com a ginástica e sofreu graves lesões ao longo de sua carreira. A atleta precisou se submeter a três cirurgias de ligamento no joelho e chegou a desistir da ginástica, mas recebeu o apoio da família, especialmente da mãe, que pediu que ela voltasse a treinar. 

Após se recuperar das cirurgias, Rebeca voltou para os treinos e hoje conquistou uma medalha inédita na história da ginástica artística feminina do Brasil. 

 

 

Último acesso: 02 Dec 2021 - 00:40:56 (1045446).