gravidez   / Gestação

Maternidade: Transforme sua rotina a partir de 3 princípios básicos e veja como a gestação pode se tornar um momento prazeroso

Veja como seu período gestacional pode se tornar um momento extremamente prazeroso com mudanças básicas na rotina

REDAÇÃO BONS FLUIDOS Publicado terça 31 março, 2020

Veja como seu período gestacional pode se tornar um momento extremamente prazeroso com mudanças básicas na rotina
Transforme sua rotina a partir de 3 princípios básicos e veja como a gestação pode se tornar um momento prazeroso - PxHere

A gestação é uns dos momentos mais importantes da vida de uma mulher. Por mais significativa que essa fase seja, há muito o que precisa ser assimilado pelo organismo, pela mente e pelo espírito de uma gestante. Por isso, é fundamental que ela reforce durante os nove meses o chamado autocuidado. Acrescentar na rotina atividades físicas e relaxantes, horas mínimas de sono e uma alimentação adequada podem mudar sua perspectiva e tornar a gestação um momento extremamente prazeroso.

É válido pensarmos que, o feto absorve grande parte das informações que são enviadas do mundo exterior, e as mesmas ficarão subconscientemente gravadas na memória da criança e poderão se manifestar no decorrer da vida. Por isso, é tão necessária a conscientização acerca da responsabilidade para com um ser que chega ao mundo.

Além disso, o cuidado que as gestantes devem ter durante a gravidez poderá prevenir problemas como a depressão pós-parto. Segundo a Escola Nacional de Saúde Pública, uma em cada quatro brasileiras apresenta sintomas deste distúrbio psicológico a partir do nascimento do filho. Dentre os principais fatores que podem estressar uma mulher durante a gravidez estão problemas conjugais, decepções variadas, a gestação não planejada e a perda de estes queridos. É importante diferenciarmos a DPP do conhecido 'baby blues', ou seja, uma melancolia vivenciada pelas mamães na primeira semana de vida de seus bebês, mas que chega a ser considerada uma situação normal.

ATIVIDADES FÍSICAS

Para acalmar os ânimos, uma boa opção é o ioga para gestantes, desde que exista o aval do obstetra, pois o médico normalmente liberará a prática após o primeiro trimestre de gestação, período em que os riscos de interrupção espontânea são maiores. Os exercícios poderão relaxar seu corpo, pois fazem com que o cérebro libere serotonina, o hormônio do prazer, benéfico tanto para a mãe quanto para o feto. Além disso, as posições do ioga contribuem para o equilíbrio mental, a flexibilidade corporal, a melhora da circulação sanguínea, o que reduz a retenção de líquidos, e o fortalecimento da postura, que preparam o assoalho pélvico para o trabalho de parto.

Para as gestantes que não costumavam praticar qualquer atividade física, é indicado que façam exercícios de caminhada, por exemplo. Podem ser iniciados em qualquer fase da gestação. Assim como a ioga, serão úteis para facilitar o trabalho de parto normal e principalmente para que se possa retornar ao peso ideal após o nascimento do bebê. Para a prática, utilize roupas confortáveis e um tênis com um bom sistema de amortecimento para prevenir lesões. É indicado que uma gestante caminhe de 3 a 5 vezes por semana em horários que o sol não esteja muito forte.

ALIMENTAÇÃO

Os alimentos, como a ciência mostra, são grandes responsáveis pelas cotas de energia e bem-estar que ofertamos ao organismo. Ainda mais quando uma vida está sendo gerada. Segundo a nutricionista Débora Rosa, proprietária da Nutriterapia e Cozinha da Nutri, a demanda metabólica do nosso corpo aumenta em torno de 20% durante a gestação. Por isso, a ingestão de alimentos energéticos e ricos em nutrientes deve aumentar proporcionalmente para que se mantenha a nutrição adequada. Isso irá evitar problemas como a desnutrição materna, fraqueza, cansaço e sonolência.

A profissional indica que, neste momento, a mulher priorize a ingestão de  frutas, legumes, verduras frescos e dê preferência a produtos como peixes, castanhas e azeite a fim de garantir a quantidade adequada de ômega 3, ferro, cálcio e todas as vitaminas indispensáveis para uma gravidez saudável.

EXERCÍCIOS DE MEDITAÇÃO EM CASA

A autora Maria de Lourdes Teixeira indica em seu livro  Meditações para Gestantes – O Guia para uma Gravidez Saudável, Plena e Feliz (Ed. Ground) algumas dicas de como manter uma rotina de meditação em casa de uma maneira simples e descomplicada.

Primeiramente, tome um banho relaxante e escolha um local tranquilo dentro ou fora de casa. Coloque uma música suave ou apenas permaneça em silêncio. Mantenha-se numa posição confortável. Para as gestantes, é indicado que você se deite de lado, mas de uma maneira que a barriga não a incomode. Feche os olhos e comece a respirar profundamente. Pense em cada parte do seu corpo e estabeleça comandos graduais para que elas relaxem. Foque no momento e não deixe que problemas externos atrapalhem seu momento.

Aproveite esse estágio para fazer exercícios de reprogramação mental. Lembre-se de que a mente tem uma força muito grande, ainda mais quando atinge o estado de relaxamento. Tire partido desse momento, fazendo todas as afirmações que você e o seu bebê precisam. Por exemplo: “Eu sou uma pessoa saudável e tranquila...”, “Meu filho ou minha filha é uma criança feliz e saudável...”. Se o pensamento se dispersar, traga-o de volta. 

Preste atenção à entrada e saída de ar durante a respiração. Fechar os olhos facilita o trabalho de concentração. Mantenha-se assim por alguns minutos. Em seguida, procure espreguiçar-se. Mentalize muita positividade para você e para o seu bebê. Toque na sua barriga para entrar em contato com o seu filho. Converse bem de perto com ele. Você verá como é gratificante dividir suas experiências com essa criança tão querida, que certamente nascerá se sentindo amada e segura.

Último acesso: 08 Aug 2020 - 05:19:34 (1042478).