Teste de linguagem poderá antecipar o risco de Alzheimer, diz estudo

Isso poderá prever em até 70% as chances de a pessoa desenvolver a demência anos antes do início do declínio cognitivo

Via Viva Saúde Publicado terça 17 novembro, 2020

Isso poderá prever em até 70% as chances de a pessoa desenvolver a demência anos antes do início do declínio cognitivo
Estudo apontou que teste de linguagem poderá antecipar o risco de Alzheimer - Pexels

Um teste simples de linguagem, desenvolvido por meio de inteligência artificial, poderá determinar com precisão quem está mais propenso a ter Alzheimer. É o que indica um estudo divulgado no eClinicalMedicine. 

+ VEJA TAMBÉM: Os efeitos colaterais da quarentena para a saúde mental

De acordo com os pesquisadores, o teste poderá prever em até 70% as chances de a pessoa desenvolver a demência anos antes do início do declínio cognitivo. E, até o momento, mostra-se mais preciso do que os exames tradicionais, como o neuropsicológico.

Clique aqui para ler a matéria completa no site da Revista Viva Saúde, parceira da Bons Fluidos. 

Último acesso: 25 Nov 2020 - 04:27:32 (1043816).