comportamento   / Coronavírus

Risco de contrair o novo coronavírus de superfícies é de 1 em 10 mil, diz estudo

Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos confirmou que as chances de pegar a covid-19 de superfícies são mínimas

Viva Saúde Publicado quinta 8 abril, 2021

Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos confirmou que as chances de pegar a covid-19 de superfícies são mínimas
Risco de pegar covid-19 ao tocar em superfícies é mínimo - Pexels

Mais de um ano após o início da pandemia do novo coronavírus, novos estudos são realizados e nos atualizam sobre as características da Sars-cov-2. As descobertas mais recentes sobre o vírus destacam que os riscos de contaminação ao tocar áreas é muito baixo e que a transmissão ocorre principalmente pelo ar.  

+ VEJA TAMBÉM: Governo de São Paulo anuncia data de vacinação para idosos com idades entre 65 e 67 anos

Um resumo científico divulgado nesta segunda-feira, 5, pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) apontou que o risco de contrair a covid-19 tocando superfícies é mínimo. A ideia vai de encontro com as primeiras informações divulgadas no início da pandemia defendendo a higienização constante de locais e objetos. 

Clique aqui para ler a matéria completa no site da Revista Viva Saúde, parceira da Bons Fluidos. 


 

Último acesso: 16 Apr 2021 - 08:15:07 (1044711).