comportamento   / Coronavírus

Reino Unido é a primeira nação do ocidente a aprovar vacina e planeja iniciar imunização em uma semana

O governo britânico pretende usar as primeiras doses do imunizante da Pfizer já na próxima semana em grupos prioritários

Bons Fluidos Publicado quarta 2 dezembro, 2020

O governo britânico pretende usar as primeiras doses do imunizante da Pfizer já na próxima semana em grupos prioritários
O Reino Unido é o primeiro país a aprovar a vacina alemã - Pexels

A agência reguladora do Reino Unido aprovou na última quarta-feira, 02, a vacina da Pfizer contra o novo coronavírus para aplicação em massa na população. O país é o primeiro país do ocidente a liberar o imunizante e pretende iniciar vacinação em uma semana. 

O governo britânico já encomendou 40 milhões de doses da vacina produzida pela farmacêutica alemã em consórcio com o laboratório BioNTech. Segundo estudos, o imunizante garante até 95% de eficácia contra a Covid-19. 

+ VEJA TAMBÉM: 2ª onda chegando? Taxa de transmissão do coronavírus no Brasil fica acima de 1 após sequência de quedas

A vacina produzida pelos alemães será aplicada em duas doses com intervalo de 21 dias e deve atender inicialmente 20 milhões de britânicos seguindo níveis de prioridade: profissionais de saúde primeiro e idosos em seguida. 

As primeiras doses, que prometem chegar ao país nos próximos dias, podem ser aplicadas já na semana que vem. Segundo o governo do Reino Unido, espera-se que todo o país - formado por Inglaterra, País de Gales e Escócia - possa voltar ao "normal" até a Páscoa de 2021. 

A notícia da aprovação do imunizante foi bem recebida por alguns cientistas da OMS, inclusive pelo diretor-geral da organização Tedros Ghebreyesus, que compartilhou a notícia em sua conta no Twitter na manhã desta quarta-feira, 2. 

+ VEJA TAMBÉM: SprayCov: pesquisadores brasileiros desenvolvem spray capaz de eliminar e proteger do coronavírus por 48h

A vacina da Pfizer com a BioNTech não tem previsão para ser aplicada no Brasil devido às dificuldades de armazenamento e transporte. Ela exige condições de armazenamento com temperaturas a -70°C e o Ministério da Saúde do Brasil deixou explícito que as vacinas usadas no país deverão ser termoestáveis em temperaturas de 2°C a 8°C. 

 

Último acesso: 06 Mar 2021 - 13:29:48 (1043908).