Pfizer, Coronavac e AstraZeneca: quais os efeitos colaterais das vacinas aplicadas no Brasil

Veja o que diz a bula destes imunizantes sobre os efeitos colaterais comuns e raros

Viva Saúde Publicado sexta 11 junho, 2021

Veja o que diz a bula destes imunizantes sobre os efeitos colaterais comuns e raros
Saiba quais são os efeitos colaterais das três vacinas da covid aplicadas no Brasil - Getty Images

Um levantamento feito do Ministério da Saúde e divulgado no mês de abril apontou que 1,5 milhão de brasileiros não tomaram a segunda dose da vacina contra a Covid-19 no prazo estabelecido pelos laboratórios. O número de pessoas que se imunizaram parcialmente não para de crescer, no entanto, não na mesma proporção do que os completamente imunizados. 

Além da escassez de vacinas nos postos de saúde, um outro motivo tem levado pessoas a atrasarem a segunda dose ou não irem ao posto de vacinação para tomar a primeira. O medo de experimentar novamente uma reação ao imunizante e a desinformação sobre os efeitos colaterais das vacinas tem feito algumas pessoas desistirem da imunização com as vacinas disponibilizadas no Brasil, sendo elas a vacina CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer. 

+ VEJA TAMBÉM: Covid-19: São Paulo começa a vacinar pessoas entre 18 e 30 anos com comorbidades

É importante ressaltar que nenhum medicamento ou vacina é isento de efeitos colaterais e que as consequências da infecção causada pela covid-19 é muito mais danosa do que as reações às vacinas. Para desmistificar as informações sobre os efeitos colaterais destes três imunizantes aplicados no país, a Viva Saúde listou abaixo as informações acerca dos efeitos citados nas bulas das vacinas:

Clique aqui para ler a matéria completa no site da Revista Viva Saúde, parceira da Bons Fluidos.

Último acesso: 21 Jun 2021 - 22:58:20 (1045129).