comportamento   / Coronavírus

Pesquisa aponta que 1,56 bilhão de máscaras acabarão nos mares em decorrência da pandemia; entenda

O número alarmante foi lançado a partir de relatório elaborado pela instituição ambientalista OceanAsia

REDAÇÃO BONS FLUIDOS Publicado segunda 11 janeiro, 2021

O número alarmante foi lançado a partir de relatório elaborado pela instituição ambientalista OceanAsia
Pesquisa aponta que 1,56 bilhão de máscaras acabarão nos mares ao final da pandemia; entenda - Pexels

Além das marcas deixadas em relação à saúde global, o coronavírus também nos preocupa quando o assunto é meio ambiente.

De acordo com pesquisa elaborada pela OceanAsia, instituição composta por um grupo de ambientalistas de Hong Kong dedicado à conservação dos Oceanos, cerca de 1,56 bilhão de máscaras faciais acabarão nos mares do planeta Terra em decorrência da pandemia da Covid-19.

+ VEJA: Você sabia? Considerada a “casa mais solitária do mundo”, imagens e mistérios por trás de residência islandesa impressionam

Vale lembrar que cada uma das máscaras descartadas, normalmente feitas de um plástico derivado de combustível fóssil chamado polipropileno, demora aproximadamente 450 anos para se decompor. Sendo assim, poderemos ver o nosso planeta livre do material cirúrgico apenas a partir do ano de 2471.

A OceanAsia ainda cita em seu relatório uma pesquisa de mercado global que afirma que 52 bilhões de máscaras, aproximadamente, foram feitas em 2020 especialmente para atender a população atingida pelo novo vírus, originário da cidade de chinesa de Wuhan, e que, então, 3% deste número poderá ser levado para os oceanos.

“As máscaras de uso único são feitas de uma variedade de plásticos derretidos e são difíceis de reciclar devido à composição e ao risco de contaminação e infecção”, afirma relatório da instituição.

+ VEJA: Médico perdoa R$ 3,4 milhões em dívidas de quase 200 pacientes com câncer nos EUA

“Essas máscaras entram em nossos oceanos quando são jogadas no lixo ou descartadas de forma inadequada, quando os sistemas de gerenciamento de resíduos são inadequados ou inexistentes ou quando esses sistemas ficam sobrecarregados devido ao aumento do volume de resíduos", continuaram.

Cada máscara pesa em média de 3 a 4 gramas. Ou seja, multiplicando esta medida pelo número de 1,56 bilhão de máscaras, serão mais de 6.200 toneladas do material poluindo os mares ao final da pandemia da Covid-19.

“A poluição por plástico mata cerca de 100.000 mamíferos marinhos e tartarugas, mais de um milhão de aves marinhas e um número ainda maior de peixes, invertebrados e outros animais a cada ano”, afirmou Gary Stokes, diretor de operações da OceansAsia no documento.

Último acesso: 16 Jan 2021 - 12:30:27 (1044152).