Parece fácil, mas não é! Psicólogas nos ensinam sobre a importância de dizer ''sim''

A Bons Fluidos conversou com as profissionais Gisele Sant’Ana Lemos e Ester Chapiro sobre o assunto; confira

REDAÇÃO BONS FLUIDOS Publicado quarta 14 outubro, 2020

A Bons Fluidos conversou com as profissionais Gisele Sant’Ana Lemos e Ester Chapiro sobre o assunto; confira
Psicólogas nos ensinam sobre a importância de dizer "sim" - Foto de Donald Tong no Pexels

Você conhece a importância do "sim"? Sabe quando e como utilizar esta simples palavra da maneira correta?

Desde pequenos, somos ensinados sobre a necessidade de dizer "não" para evitar possíveis transtornos e tornar a vida mais fácil e descomplicada. Pensando nisso, a Bons Fluidos entrou em contato com as profissionais Gisele Sant’Ana Lemos, psicóloga, professora e psicomotricista, e com Ester Chapiro, também psicóloga e psicopedagoga, que deram algumas considerações sobre o assunto.

+ VEJA: Amor-próprio não é egoísmo! Veja 6 atitudes para se amar cada vez mais e sempre

Primeiramente, Gisele afirma que o "sim" deve ser dito "à solidariedade, à honestidade e às boas leituras". Para Ester, "devemos dizer 'sim' sempre que a gente achar que for interessante, depois de refletirmos sobre uma nova possibilidade. E acima de tudo, devemos dizer 'sim' sem culpa".

Porém, sabemos que para muitos o simples fato de aceitar ou afirmar algo e dizer "sim" pode acabar se tornando uma verdadeira missão. "As pessoas que possuem dificuldades em dizer 'sim' são geralmente aquelas que não aceitam ajuda de outros. É mais fácil negar ou dizer não do que o 'sim' para ajudar ou fazer algo pelos próximos. Essas pessoas quase sempre estão muito isoladas e não aprenderam a pedir e aceitar de outros.", afirma Gisele. Para Ester, o dizer "não" também expressa uma dificuldade, uma vez que a negação pode estar associada a uma questão de constrangimento, de não conseguir se impor sem ser agressivo.

O "sim" poderá servir para você como um medidor, uma vez que pessoas seguras usam o "sim" com uma maior tranquilidade, ou até mesmo como um exercício para treinar sua autoconfiança, autocontrole e autoestima.

+ VEJA: O poder destrutivo da reclamação: saiba o que acontece com pessoas que reclamam demais

"Dizer sim simplesmente importa para a vida como um todo. Favorece a troca entre as pessoas. Mas é preciso estar atento em relação ao respeito e aos limites de cada um", afirma Gisele. Já Ester acredita que: "Eu acho que temos que ter uma mentalidade de crescimento, uma mente aberta para dizer "sim", e aceitar algumas coisas que surgem na nossa vida".

Vale lembrar, por fim, que o "sim" nem sempre é a resposta correta. Nosso objetivo é ter uma mente evoluindo para, enfim, alcançar o discernimento entre o "não" e o almejado "sim". Precisamos buscar dizer as coisas certas nas horas certas.

Último acesso: 26 Oct 2020 - 16:25:14 (1043612).