comportamento   / Cuidado é importante

Pais conscientes! Evite pronunciar essas 7 frases para os seus filhos durante uma briga

O subconsciente grava tudo, então nunca diga essas coisas durante uma discussão com seus herdeiros

Redação Bons Fluidos Publicado terça 23 junho, 2020

O subconsciente grava tudo, então nunca diga essas coisas durante uma discussão com seus herdeiros
Nunca pronuncie essas 7 frases para os seus filhos durante uma briga - Freepik

Por mais que exista um amor incomensurável nas relações de pais e filhos, algumas discussões durante a trajetória de vida são comuns.

A convivência desde o primeiro dia de vida até a fase adulta, passando por diversos momentos diferentes tanto dos pais, quanto dos herdeiros, abre espaço para brigas ao longo da caminhada, mas é importante ter em mente que elas não podem ultrapassar uma "barreira do bom senso".

E o que é isso?

Por mais "quente" e calorosa que seja a discussão, algumas frases nunca devem ser pronunciadas pelo seu bem e pelo bem do seu filho!

1) “Você é um (insira qualquer rótulo insultante aqui)”

Durante a briga, os rótulos e insultos só acentuam os sentimentos de mágoa ou raiva. E a pior parte é que essas palavras ruins grudam no subconsciente dos filhos como cola e podem afetar, significativamente, a vida deles dali por diante.

2) “Eu não queria ter tido você!”

Crianças podem, automaticamente, soltar frases similares a "Eu queria nunca ter nascido" ou "Não queria que você fosse meu pai (ou minha mãe)", mas nunca solte uma bomba similar a essas aos seus filhos. Eles não precisam crescer com a ideia de que não deveriam ter sido concebidos.

3) “Por que você não pode ser mais como tal pessoa?”

Durante a adolescência dos filhos, é comum os pais quererem comparar uma atitude rebelde do herdeiro a uma de outra pessoa mais íntegra. Um papel importante dos pais é de acolher, ensinar e dar o exemplo. Nunca deixar no subconsciente da criança que ela "não é suficiente do jeito que ela é".

4) “Você acabou com a minha vida!”

Nascer não foi uma decisão do seu filho e nem é uma responsabilidade dele. É sua! Portanto, soltar uma frase como essa, faz você parecer imaturo e  além de colocar uma culpa que o filho não merece.

5) “Eu te odeio”, ou “Eu não te amo!”

Mesmo que as frases sejam verdadeiras -- e esperamos que nunca sejam --  elas não precisam, NUNCA, ser ditas aos filhos. Elas podem causar, ou aumentar, a divisão entre vocês. 

Aliás, se você já pensou em soltar alguma frase dessas, talvez seja importante procurar por uma ajuda profissional (psicóloga ou terapeuta, por exemplo).

6). “Cale a boca, eu não ligo!”

Sempre prefira escutar ao invés de falar. É importante saber ouvir o seu filho. Quando você alega que não liga para o que ele tem a dizer é um problema. Só acentuará o sentimento mútuo ruim.

7) "Saia"

Mandar seu filho sair do único espaço que ele pode chamar de lar, não é uma alternativa positiva -- além de ser contra a lei. Ser pai envolve também abrir mão de algumas vontades profundas, de reconhecer a vontade do outro e de entender o motivo de cada atitude. 

Aliás, ao mandá-lo sair, você pode se surpreender quando ele, num futuro próximo, decidir não voltar.

 

Dica extra:

Evite os palavrões

Não chegue perto de pronunciar as palavras feias, mesmo que seu filho as atire contra você. O adulto da relação deve ser o exemplo. Retribuir os xingamentos mostrará, mesmo que sem querer, que quando seu filho crescer, ele também poderá agir desta maneira. Se você soltar palavrões durante uma briga com seu filho, ele vai fazer o mesmo com seus netos.

_Adaptado do original 9 things you should never say in a fight with your child, do portal Family Today.

 

Último acesso: 07 Jul 2020 - 11:36:56 (1042947).