Não tem dormido bem? Nutricionista lista alimentos que ajudam a regular o sono

Juliana Vieira também contou quais chás podem contribuir para uma noite tranquila de sono

Redação Bons Fluidos Publicado terça 2 junho, 2020

Juliana Vieira também contou quais chás podem contribuir para uma noite tranquila de sono
Uva e alguns chás específicos podem ajudar durante a noite - Pixabay

Uma pesquisa do Ministério da Saúde realizada em todo o país apontou que, durante a pandemia do novo coronavírus, 41,7% dos brasileiros se queixam de distúrbios do sono, como insônia ou, até mesmo, o fato de dormir mais do que o costume. 

A mudança brusca na rotina, com o home office, para muitas pessoas, por exemplo, gerou essas complicações, mas a nutricionista Juliana Vieira contou que, para quem está sofrendo com a falta de sono, a alimentação pode contribuir para sanar o problema.

"Alimentos ricos em vitamina B6 e magnésio podem ajudar, como banana cozida, frango, aveia, uva, alface. Também recomendo os frutos secos, que são ricos em triptofano e melatonina (hormônio produzido pelo organismo, responsável pela melhora do sono", disse a profissional, que também citou os alimentos, que fazem o efeito contrário, ou seja, ajudam a não dormir: "Bebidas alcoólicas, pimenta, cafeína, termogênicos em geral e sal". 

+ VEJA TAMBÉM: Para ficar com a mente tranquila! Nutricionista indica lista de alimentos que ajudam a diminuir a ansiedade

A especialista também listou alguns chás que podem ajudar, já que, com as temperaturas mais baixas, tendemos a consumir mais líquidos quentes.

"Chá de melissa, maçã e camomila são bons, pois provocam o relaxamento, ajudam a acalmar e atuam no receptores do sono", garantiu.

Mas, assim como também fez com os alimentos, Juliana frizou que mesmo os chás podem atrapalhar uma boa noite de sono. São eles: "Chá preto e chá verde, por exemplo, porque os dois contêm muita cafeína; chás de gengibre e canela também são estimulantes e aumentam o metalismo".

Vale relembrar que, como muitas pessoas já sabem, o café, segunda bebida mais consumida no Brasil, deve ser apreciado moderadamente para quem tem dificuldades de dormir.

"400 mg da substância por dia, equivalente a 4 xícaras de café fresco (225 ml). Devemos evitar toda e qualquer bebida que contenha cafeína em sua fórmula algumas horas antes de dormir", indicou.

Para finalizar, Juliana acrescentou que para que o sono seja tranquilo, é importante que a última refeição seja leve. E alertou também que a insônia não é normal. Caso ela persista, o ideal é procurar um médico para resolver o problema.

"O ritual é o de sempre: preparar-se para dormir, apagar as luzes e deitar na cama com a mente despreocupada, sem aparelhos eletrônicos. Sempre funciona! Evite utilizar medicamentos sem prescrição antes de dormir, pois muitas vezes não tratam o problema e podem ter efeitos colaterais bem sérios. Caso você precise muito de alguma ajuda para dormir, sempre consulte um médico antes de tomar qualquer medicamento", terminou.

Último acesso: 09 Jul 2020 - 13:55:42 (1042823).