Máscara do futuro? Startup cria capacete anti-covid que filtra o ar e facilita a comunicação

O aparelho permite que o cliente fique com o rosto visível e receba ar filtrado

Bons Fluidos Publicado quinta 17 setembro, 2020

O aparelho permite que o cliente fique com o rosto visível e receba ar filtrado
O produto está sendo vendido por 245 dólares - Instagram/ @covidisor

Quem vê um cliente da Covidisor usando um de seus produtos, deve pensar que o público alvo da empresa são astronautas, no entanto, a realidade provocada pela pandemia fez surgir produtos cada vez mais futuristas para proteção contra o novo coronavírus. 

Ao invés de comercializar máscara comuns para proteção contra o novo vírus, uma startup nova-iorquina desenvolveu uma tecnologia que permite que o rosto do cliente fique visível e ele consiga respirar ar filtrado que entram pelos ventiladores do aparelho. 

+ VEJA TAMBÉM: Estudo sugere que máscaras de proteção podem ajudar a criar imunidade contra a Covid-19; entenda

O produto protege contra a Covid-19 e ainda promove um visual futurista para seus clientes. Feito com policarbonato transparente, o Covidisor, como foi nomeado, facilita a comunicação já que não cobre as vias respiratórias como a máscara comum.  

"A concha de policarbonato transparente do Covidisor oferece visibilidade total para você e de você. Um ventilador de velocidade variável garante um fluxo confortável de ar filtrado em sua “bolha de ar”, escreveu a marca em seu website.

O produto está a venda no site da empresa por $245 (aproximadamente R$1286) e virou um dos assuntos mais comentados na NY Fashion Week após uma espectadora do evento usar um Covidisor durante os desfiles. 
 

Último acesso: 25 Nov 2020 - 07:21:18 (1043449).