comportamento   / “A Origem de (Quase) Todas as Coisas”

Livro responde questões da Ciência que você sempre quis saber: 'Por que as estrelas brilham?'; 'Qual tamanho da Lua?'; entre outras

Escrito pelo editor da renomada Revista New Scientist e com introdução de Stephen Hawking, leitura traz histórias e curiosidades que vão desde a formação do universo até a descoberta do ‘post-it’

BONS FLUIDOS Publicado segunda 14 junho, 2021

Escrito pelo editor da renomada Revista New Scientist e com introdução de Stephen Hawking, leitura traz histórias e curiosidades que vão desde a formação do universo até a descoberta do ‘post-it’
As perguntas mais inquietantes da ciência respondidas em UM livro - Freepik

A origem da Terra é, talvez, uma das histórias mais intrigantes de nossa existência. Teorias e novas descobertas são detalhas e estudas até hoje num processo contínuo do desenvolvimento científico. A primeira evidência científica relacionada a esses mistérios da existência foi descoberta nos anos 1920, quando Edwin Hubble começou a fazer observações com um telescópio no Monte Wilson, na Califórnia.

E para nos ajudar a compreender muitas questões, como: de onde viemos?; Por que estamos neste planeta e porque nosso corpo é tão complexo?; o jornalista Graham Lawton, da revista britânica New Scientist, escreveu “A Origem de (Quase) Todas as Coisas”, lançado no Brasil pela Editora Seoman. 

Com introdução de Stephen Hawking, considerado um dos mais renomados cientistas do século XX – texto este que foi um dos últimos a escrever em vida –, o livro traz de forma prática (descomplicada e divertida) respostas para muitas de nossas indagações sobre ciência em geral. A obra desvenda diversos enigmas sobre a vida, astronomia, física e até predisposições biológicas sobre a escolha de nossa orientação política. [UAU!]

O livro conta casos curiosos como, por exemplo, se chegássemos muito perto de um buraco negro, seríamos sugados como um macarrão, ou que a invenção da roda foi menos importante para a civilização que o aparecimento da mochila. 

E ainda: Como tudo começou? Por que as estrelas brilham? Do que é feito o Universo? Qual tamanho da Lua? Por que nosso planeta tem terras e oceanos? Como a vida complexa evoluiu? Quando começamos a ficar bêbados? Por que fazemos amizades? Essas são alguns milhares de questionamentos reunidos e respondidos nesta obra.

Livro responde questões da Ciência que você sempre quis saber: 'Por que as estrelas brilham?'; 'Qual tamanho da Lua?'; entre outras
Capa do livro “A Origem de (Quase) Todas as Coisas” - lançado no Brasil pela Editora Seoman

Segundo o autor, muitas das histórias contadas no livro se alteraram e se desdobraram enquanto ele estava sendo elaborado, à medida que novas descobertas vinham à tona.

“É essa a inquieta beleza da ciência”, diz ele. Trata-se de uma obra diferente, por tratar de temas complexos, de maneira fácil, mas não simplista, pelo contrário. 

“Este livro apresenta a história singular do passado, do presente e do futuro do nosso Universo. Como ficará claro, muitos mistérios profundos permanecem sem solução. Ainda assim, estamos cada vez chegando mais perto de responder a perguntas tão antigas quanto a civilização: De onde viemos? E será que somos os únicos seres do Universo capazes de fazer essas perguntas? ”, diz STEPHEN HAWKING, na introdução.

Incrível, né?


Serviço:
Livro:  A Origem de (Quase) Todas as Coisas
Autor: Graham Lawton e Revista NewScientist
Editora: Seoman
Páginas: 256
Preço: R$ 69,90
Versão e-book:  R$ 48,90


Sobre o autor: 

Graham Lawton obteve graduação em Bioquímica e mestrado em Comunicação Pública da Ciência no Imperial College de Londres (Inglaterra) antes de se unir à New Scientist, na qual passou quase todo o século XXI, primeiro como redator, depois como chefe de redação. Indicado pela Association of British Science Writers, seu trabalho como redator e editor recebeu vários prêmios. Este é seu primeiro livro. 

A Revista NewScientist conseguiu, desde 1956, prestígio internacional por explorar e desvendar o progresso e as descobertas mais recentes da ciência e da tecnologia, colocando-os em contexto e abordando o que significam para o futuro. A cada semana, por meio de uma variedade de canais diferentes, entre eles, mídia impressa, mídia on-line, mídia social e outros mais, a NewScientist alcança, pelo mundo afora, mais de 5 milhões de leitores fiéis.

Último acesso: 29 Nov 2021 - 17:03:23 (1045143).