comportamento   / Coronavírus

Israel começa a voltar ao normal após vacinar mais de metade da população

País já aplicou a primeira dose da vacina da Pfizer em mais de 50% dos 9 milhões de habitantes

Bons Fluidos Publicado segunda 8 março, 2021

País já aplicou a primeira dose da vacina da Pfizer em mais de 50% dos 9 milhões de habitantes
Israel vacinou mais de 50% da população - Pexels

Israel está gradualmente abrindo as portas de estabelecimentos, escolas, empresas e aeroportos depois de vacinar mais de metade da população. O país se destacou durante a fase de imunização contra a Covid-19 após aplicar rapidamente a vacina da Pfizer e liderar o ranking de vacinação.

O país do oriente médio começou a vacinação em massa da população no dia 20 de dezembro de 2020 e, para incentivar a vacinação, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu foi o primeiro israelense a receber o imunizante da Pfizer. Até o momento, o país já aplicou, pelo menos, a primeira dose da vacina em 53% dos habitantes. 

+ VEJA TAMBÉM: Número de vacinados contra a Covid-19 no Brasil chega a 8,1 milhões

Segundo informações do Ministério da Saúde Israelense, o país é um dos que mais vacinaram no mundo e começará em breve a voltar às atividades normais. Restaurantes já foram reabertos no último domingo, 7, após passar pelo terceiro lockdown no mês passado. Embora as notícias sejam boas, as autoridades afirmaram que permanecem em alerta e regredirão caso os números voltem a subir. 

Israel possui uma população pouco maior de 9 milhões e desde que iniciou a imunização em massa se tornou o país que mais vacinou proporcionalmente a população. Profissionais da saúde, idosos e pessoas do grupo de risco foram priorizadas, que receberam gratuitamente a vacina 

 

 

Último acesso: 02 Dec 2021 - 01:27:43 (1044506).