comportamento   / Saúde mental

'Eu sou uma fraude?' 5 sinais que indicam que você sofre com a Síndrome do Impostor

Pessoas que sofrem com este tipo de transtorno tendem a ter a crença de que são fracassados e incompetentes, embora as evidências indiquem o contrário

Bons Fluidos Publicado terça 24 novembro, 2020

Pessoas que sofrem com este tipo de transtorno tendem a ter a crença de que são fracassados e incompetentes, embora as evidências indiquem o contrário
Saiba se você sofre com a síndrome do impostor - Pexels/ Jack Winbow

A síndrome do impostor é um evento psicológico que vem ganhando cada vez mais destaque nos debates e sessões de terapia e, embora não seja reconhecido como um transtorno psicológico, é centro de estudos sobre saúde mental em todo o mundo. 

Pessoas que sofrem com este tipo de transtorno tendem a ter a crença de que são fracassados e incompetentes, embora as evidências indiquem o contrário. Ou seja, pessoas com a síndrome do impostor pensam ser uma fraude mesmo depois de alcançarem cargos altos em empresas ou boas notas na escola, por exemplo. 

Elas acreditam que todo seu sucesso alcançado provém de sorte e não de merecimento, por isso, encontram na autossabotagem a explicação para os sucessos que alcançam. Essa autossabotagem resulta em inseguranças e pode desencadear transtornos psicológicos mais graves como ansiedade e depressão. 

+ VEJA TAMBÉM: Síndrome da cabana: por que algumas pessoas não querem que o isolamento social acabe?

O primeiro passo para tratar a síndrome do impostor, é saber identificar e assumir a si mesmo sobre o que está sentindo. Estes 5 sinais podem indicar que alguém sofre com este transtorno:

Perfeccionismo

O perfeccionismo e a síndrome do impostor costumam andar de mãos dadas, isso porquê, os perfeccionistas estabelecem metas excessivamente altas para si próprios e, quando deixam de atingir uma meta, ficam muito inseguros e preocupados. Quer percebam ou não, este grupo também pode ser fanático por controle, sentindo que se eles querem algo bem feito, eles têm que fazer isso sozinhos.

Falsidade

Pessoas que vivenciam esse fenômeno estão convencidas de que são falsos entre colegas reais, muitas vezes se esforçam para trabalhar cada vez mais para se equiparar. Mas isso é apenas um falso disfarce para suas inseguranças, e a sobrecarga de trabalho pode prejudicar não apenas sua própria saúde mental, mas também seu relacionamento com outras pessoas.

É sorte

Pessoas que sofrem com a síndrome do impostor encontram sempre a mesma desculpa quando conseguem atingir resultados bons ou são bem sucedidos: "Foi sorte!". Elas costumam acreditar que não se esforçaram o suficiente para alcançar seus objetivos e atribuem à sorte a função de leva-los até lá, isso é, não houve merecimento. 

+ VEJA TAMBÉM: Você sabe o que é a síndrome do impostor? Ela pode destruir sua carreira e relacionamentos

Receio em pedir ajuda

Quem convive com a síndrome do impostor dentro de si não tem coragem de pedir ajuda à ninguém, muitas vezes por medo de incomodar ou acreditam que quando pedem ajuda, passam os créditos de seu sucesso ao outro. É normal ser independente, mas não a ponto de recusar ajuda para que você possa provar seu valor. 

Medo de serem expostos

Pessoas que vivenciam esse fenômeno estão sempre achando que em algum momento sua equipe do trabalho ou os colegas da faculdade vão desmascará-lo e expor o fato de que nunca houve merecimento da sua parte e que, na verdade, tudo o que foi alcançado por esta pessoa é resultado de uma fraude. 
 

Último acesso: 16 Jan 2021 - 11:27:05 (1043853).