Dor nas costas? Fisioterapeuta indica três exercícios que prometem aliviar o desconforto

Rodrigo Fernandes explicou se as dores, frequentes na quarentena, são reversíveis e como podemos fazer para amenizá-las

Marina Pastorelli Publicado quinta 25 junho, 2020

Rodrigo Fernandes explicou se as dores, frequentes na quarentena, são reversíveis e como podemos fazer para amenizá-las
Fisioterapeuta fala sobre maior procura do termo 'dor nas costas' durante a quarentena - Freepik

Desde o dia 26 de fevereiro, quando houve a primeira a confirmação de um caso da covid-19 no Brasil, a busca por "dor nas costas" aumentou em 76%, e seu pico ocorreu dois meses depois, no dia 26 de abril, de acordo com o Google Trends.

Nesta sexta-feira, 25 de junho, dois meses após o pico, as pesquisas continuam frequentes. E por que isso tem acontecido? Principalmente, porque com o isolamento social e o home office, muitos de nós temos sido mais desleixados com a nossa postura.

Para falar sobre esse assunto importante, convidamos o fisioterapeuta Rodrigo Fernandes, desenvolvedor do método Vértico Kinesis -- pautado na ciência do movimento, que propõe um conjunto de exercícios terapêuticos eficientes e que atuam na manutenção da postura, força, potência e equilíbrio, promovendo qualidade de vida e o bem-estar emocional e físico.

De acordo com o especialista, "a dor é conceituada pela International Association for the Study of Pain (IASP) como uma experiência sensorial e emocional desagradável que está associada às lesões reais ou potenciais. Os estudos relacionados à dor são conduzidos para verificar sua interferência na vida das pessoas e tratá-las de acordo com sua real natureza".

RELAÇÃO ENTRE HOME OFFICE X DOR

Com a pandemia do coronavírus, grande parte da população (que, vale ressaltar, já tinha algum histórico de dor por passar horas no local trabalho), se viu obrigada a fazer home office, sem nem mesmo ter estrutura física para isso -- e foi aí que os problemas só aumentaram!

"No período do isolamento social uma dor que ficou muito evidente foi a dor nas costas ou na coluna. Essa dor tem origens diversas. Se pensarmos no momento atual, geralmente, está associada a um estresse mecânico e comportamental. As posturas inadequadas causadas pelas longas horas de trabalho em um ambiente pouco apropriado, os esforços físicos e sobrecargas levam a musculatura a se contrair excessivamente, causando muita dor", esclareceu Rodrigo.  

Essas dores são reversíveis?

O fisioterapeuta respondeu: "Esse mecanismo de defesa que o corpo apresenta é chamado de espasmo muscular. O espasmo muscular consiste em uma contração involuntária sustentada por fibras musculares em resposta a uma desordem das cadeias musculares.Todo espasmo é tratado e reversível. O tratamento com terapias manuais e a rotina da atividade física são muito importantes para atenuar e prevenir essa e outras dores musculares".

"Mesmo com os estúdios fechados é possível aliviar esses desconfortos. Eu, por exemplo, adaptei minhas aulas online, priorizando sempre pela boa funcionalidade corporal dos alunos. Cada aula tem um enfoque diferente, a fim de deixar o corpo mais ativo e forte", finalizou ele.

QUE TAL PREVENIR?

Para evitar os incômodos frequentes, o primeiro passo é: sentar de forma correta, com postura, para não sobrecarregar a coluna.

"Manter o quadril bem próximo do encosto da cadeira, ativar as escápulas (empurrando-as para baixo), abrir os ombros, manter a musculatura do abdômen contraída, deixar o tronco ereto e sentir que os pés estão no chão, são estratégias para uma postura correta e funcional".

FORTALECIMENTO DA LOMBAR 

A lombar, geralmente, é a que mais 'sofre' com as dores frequentes e, com isso, a busca por exercícios que fortalçam a região também são muito procurados. 

Sobre isso, o fisioterapeuta Rodrigo Fernandes já logo alertou a todos que recorrem aos abdominais e às pranchas, que essas não são opções adequadas para 100% dos casos e que é preciso avaliar pessoa por pessoa: “Vários pacientes/clientes me perguntam como fortalecer a lombar e sempre respondo que é necessário conhecer o funcionamento do corpo. Muitos estudos comprovam que a dor lombar decorre da fraqueza dos músculos abdominais e sendo assim a maior parte das pessoas entende que para fortalecer esta área deve-se fazer os famosos abdominais e pranchas. Em primeiro lugar precisamos conhecer a organização comportamental da pessoa e só depois decidir pelas condutas terapêuticas".

Importância de contrair os músculos abdominais

"A literatura afirma que os músculos locais da coluna não respondem aos excessivos treinamentos de força. Não se treina estes músculos com halteres e outras sobrecarga. A ativação desta área só acontece por meio da consciência dos músculos respiratórios, abdominais (transversos, oblíquos interno e externo). A contração coordenada dos transversos do abdômen, diafragma e a musculatura do assoalho pélvico aumenta a pressão intra-abdominal (PIA), diminuindo a sobrecarga na coluna. Quando se tem uma PIA eficiente os músculos profundos respondem positivamente a estabilidade da coluna e na situação contraria, em que a PIA está reduzida, o efeito estabilizador é menor. Ensinar o indivíduo que durante a respiração necessita-se contrair os músculos abdominais é uma ferramenta bastante eficiente para manter os músculos profundos das lombares em bom funcionamento", concluiu Fernandes.

Para ajudar todos os nossos leitores que estão passando por períodos doloridos, Rodrigo Fernandes deixou três exercícios que prometem aliviar esse desconforto:

1)

Dor nas costas durante a quarentena: como melhorar?
Divulgação/ Rodrigo Fernandes


"Organiza os músculos das costas. Ajuda a relaxar o trapézio, organiza a posição da cabeça em relação ao tronco e o tronco em relação ao quadril. Ao sentar nesta posição deve-se manter contraído os músculos do abdômen para manter o aumento da pressão intra-abdominal. Isso ajuda a fortalecer os músculos profundos da coluna. Mantenha a posição por 20 segundos. Relaxe 10 segundos e retome a posição por mais três vezes. Deixe a respiração fluir naturalmente".
 
2)

Dor nas costas durante a quarentena: como melhorar?
Divulgação/Rodrigo Fernandes


"Em seguida solte o tronco lá na frente. Mobilize o tronco, dando direcionamento da musculatura anterior do tronco. Alongue os glúteos, músculos adutores do quadril, quadrado lombar e músculos extensores do tronco. Mantenha a perna cruzada com a esquerda na frente. Segure esta posição por 20 seg. Troque, colocando a perna direita na frente e mantenha a posição por 20 seg. Faça isso três vezes em cada perna".
 
3)

Dor nas costas durante a quarentena: como melhorar?
Divulgação/Rodrigo Fernandes


"Postura para trabalhar o eixo relacional do corpo. Mobiliza os músculos das costas e do abdômen. Mantenha o quadril ativo e deixe somente o tronco torcer para o lado direito. Mantenha o olhar para trás. Segure na posição 20 segundos. Troque o lado e repita mais duas vezes cada lado. Trabalha com os músculos intercostais, serrátil anterior e os músculos rotacionais da coluna. Ajuda na mobilidade do tronco e na manutenção da boa postura".


Rodrigo Fernandes
 
O fisioterapeuta e bailarino desenvolveu o método Vértico Kinesis. O Vértico Kinesis é um método pautado na ciência do movimento, que propõe um conjunto de exercícios terapêuticos eficientes e que atuam na manutenção da postura, força, potência e equilíbrio; além disso, desperta no indivíduo suas potencialidades de consciência corporal e auto expressão. Os benefícios desta prática deixam o corpo mais forte, potente, funcional e sem dor, atuam também, na melhora do comportamento emocional, da saúde, qualidade de vida e bem-estar.

Último acesso: 07 Jul 2020 - 11:59:50 (1042959).