comportamento   / Qual idioma você quer aprender hoje?

Dica boa! Poliglota viajante aprendeu cinco das sete línguas que fala de forma autodidata: ''aprendi o básico do russo através de vídeos''

Pedro Richardson, autor do blog de viagens Travel With Pedro, aprendeu sozinho cinco novas línguas e considera a internet uma ótima ferramenta para o aprendizado

BONS FLUIDOS Publicado segunda 9 agosto, 2021

Pedro Richardson, autor do blog de viagens Travel With Pedro, aprendeu sozinho cinco novas línguas e considera a internet uma ótima ferramenta para o aprendizado
Poliglota ensina técnicas para aprender um novo idioma dentro de casa, pelas redes sociais - Instagram/ @travelwithpedro

Instagram, TikTok, Kwai... Todas essas são redes sociais tidas como vitrines ou fontes de diversão, mas elas também podem ser locais de aprendizado.

Conhecido por ser uma rede de coreografias e dublagens, por exemplo, o Tiktok vai muito além da interpretação.

+++ Coração partido? Veja como a meditação pode te ajudar a superar o término de um relacionamento

Ao rolar o feed da plataforma, quem busca adquirir novos conhecimentos pode se deparar com truques e dicas de diversos universos. Entre eles, o das línguas estrangeiras.

Atualmente, usuários interessados em aprender um novo idioma têm a chance de acompanhar de perto os ensinamentos publicados por nativos e professores que dominam outras línguas.

Confira:

 

@teacherelza

#inglesdaelza #inglescomteacherelza #aprenderinglesonline #dicadeingles #aprenderinglesgratis

♬ som original - Aprenda INGLÊS - Teacher Elza

 

O nível de conhecimento de inglês do brasileiro 

De acordo com um levantamento do British Council, 5,1% da população brasileira de 16 anos ou mais afirma possuir algum conhecimento do idioma inglês. Entre os mais jovens, de 18 a 24 anos, o percentual dos que afirmam falar inglês dobra, chegando a 10,3% das pessoas nessa faixa etária.  

Segundo o estudo, o baixo nível de conhecimento do idioma inglês apresentado pelos brasileiros é decorrência direta das oportunidades educacionais a que eles têm acesso. Por isso, a gama de conteúdos disponíveis no meio digital ainda surge como uma ferramenta para quem não teve a chance de frequentar cursos de línguas

Poliglota defende o ensino autodidata  

As facilidades do mundo digital são como um sonho para quem antigamente precisava do auxílio de CDs e livros para aprender um novo idioma. O poliglota Pedro Richardson, autor do blog de viagens Travel With Pedro, considera que o caminho até o conhecimento de uma nova língua teria sido mais fácil se tivesse a ajuda da internet no período da adolescência. “Com certeza, hoje em dia, com tantos novos recursos, com um audiovisual mais avançado e a maravilha das redes sociais, aprender uma língua ficou mais fácil”, analisa.  

+++ Agosto terá lua azul, chuva de meteoros e planeta brilhante; confira o calendário astronômico

Formado em Letras pela Universidade Federal de Viçosa, e em Hotelaria pela Blue Mountains International Hotel Management School na Austrália, Pedro aprendeu cinco das sete línguas que fala de forma autodidata

É PRECISO TER DISCIPLINA

Apesar de defender a efetividade do ensino autônomo, o especialista reforça a importância de ter disciplina e manter a motivação para chegar à fluência de um novo idioma. "Não se pode deixar cair na armadilha de querer apenas ser fluente, já que fluência é algo subjetivo e a falta de foco vai causar frustração. É preciso ser específico e ter metas palpáveis e realistas", aconselha.  

Ao longo dos anos, o nômade digital, que divide o tempo entre Londres, Turquia e Espanha, desenvolveu estratégias para aprender de forma gratuita na internet. “Por exemplo, aprendi o básico do russo através de vídeos no YouTube. Mas não apenas assistindo. O aprendizado é participativo, então, pelo menos pra mim, é preciso escrever, parar o vídeo e repetir, “imitar” a pronúncia”, explicou.  

Para ele, o uso de aplicativos específicos para o aprendizado de idiomas é uma opção. “Alguns aplicativos têm um método muito bom para o aprendizado. E realmente funcionam. As versões gratuitas são mais limitadas, mas já dão uma base interessante”.  

O poliglota também valida os conteúdos didáticos produzidos e compartilhados por influenciadores digitais no TikTok e no Instagram, pois considera como uma forma de manter o contato diário com a língua estrangeira. Desta maneira, é possível aprender a qualquer momento, seja na fila do supermercado, na academia ou quando levar o cachorro para passear. 

@mathwerner

#inglespratico #inglesparabrasileiros #aprenderinglesgratis #aprenderingles #dicadeingles #dicaingles #inglesfacil #estudaringles #agoravocêsabe

♬ original sound - Matheus Werner
@inglesdaluiza

Boa noite nem sempre é GOOD NIGHT! #foryou #fy #edutok #ingles #inglesdaluiza

♬ som original - Inglês da Luiza

Sobre Pedro Richardson 

Especialista em turismo internacional, o blogueiro de viagem Pedro Richardson possui 115 mil seguidores na página do instagram intitulada Travel With Pedro. Apaixonado por desbravar o mundo e conhecer novas culturas e lugares, o nômade digital já viajou para 110 países.  

A experiência prática está alinhada ao currículo, formado em Hotelaria pela Blue Mountain International Hotel Management School, na Austrália, com especialização em Revenue Management pela Escola de Hotelaria da Universidade de Cornell (EUA), o viajante também possui licenciatura em Letras pela Universidade Federal de Viçosa e é considerado poliglota autodidata.  

Natural de Montes Claros (MG), fez do gosto pela língua estrangeira a profissão. Gerente e consultor de hotéis em Londres por 13 anos, escolheu a hotelaria pela possibilidade de trabalhar em diferentes lugares do mundo.  

No percurso da viagem da própria vida, o especialista em turismo encontrou prestígio em compartilhar as experiências com usuários nas redes sociais. Antes, apenas como hobby, decidiu profissionalizar a página virtual em 2014. Após 7 anos de muitos check-ins, pousos e decolagens, Pedro Richardson consolida a Travel With Pedro como um blog referência quando o assunto é viagem.  

Além da bagagem cultural e intelectual, os anos de trabalho também renderam a ele indicações a prêmios, como Melhor Blogueiro Profissional pela Bolsa de Turismo de Lisboa e Melhor Blogueiro de Ecoturismo pela Sociedade Internacional de Ecoturismo. 

Último acesso: 17 Oct 2021 - 09:28:10 (1045519).