Dia do Orgulho LGBTQIA+: sete livros para entender a luta e dar visibilidade à comunidade

Separamos sete livros que trazem visibilidade, representatividade e reconhecimento

BONS FLUIDOS Publicado segunda 28 junho, 2021

Separamos sete livros que trazem visibilidade, representatividade e reconhecimento
Sete livros para #LerComOrgulho - Divulgação

Celebrado em 28 de junho, o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ é um importante lembrete de que todas as formas de amor são válidas e merecem respeito. A data também conscientiza a sociedade sobre a importância ao combate à discriminação de todos que pertencem à comunidade.

Para trazer um debate saudável sobre o assunto, os livros vêm para somar e dar voz, visibilidade e reconhecimento. Separamos sete obras que são poderosas ferramentas para luta contra a LGBTfobia! #LeiaComOrgulho:

Livros para ler no Dia do Orgulho

Elegidos

Representatividade LGBTQIA+, diversidade racial, avanço científico e tecnológico, um mundo comandado por um ditador, mutação genética e guerra pelo poder. Esses são os principais pontos que envolvem a distopia Elegidos. A obra promete cativar os fãs do best-seller Jogos Vorazes com um cenário futurístico cheio de aventura e emoção.

(Título: Elegidos | Autora: Anna Andrade | Editora: Flyve | 380 páginas)

Carmilla: A Vampira de Karnstein

A obra é narrada por Laura, uma jovem que vive isolada com o pai em um castelo. Uma hóspede inesperada, entretanto, despertará os sentimentos amorosos da personagem que, ao mesmo tempo, lhe causará certo terror ao trazer de volta antigos pesadelos da infância. Apesar da época em 1872, a autora não se preocupou em esconder a sexualidade da protagonista.

(Autor: Sheridan Le Fanu | Editora: Selo Via Leitura (Edipro) | 96 páginas)

Transradioativa

O audiolivro Transradioativa, da Tocalivros, é a oportunidade de se emocionar com as memórias da cantora e atriz Valéria Barcellos. A coletânea de crônicas sobre negritude e transexualidade, escrita depois que recebeu o diagnóstico de câncer, faz um relato sensível sobre o processo de cura, mas também traz luz para temas como racismo, misoginia e transfobia.

(Autora: Valéria Barcellos | Produtora: Tocalivros | Valor: R$14,90 – assinatura ilimitada)

Livros para ler no Dia do Orgulho

Você me aceita?

Um romance homoafetivo com muita representatividade. Você me aceita? é delicado, sensível e aquece o coração, a autora Marina Morena Tiago apresenta com maestria cada nova conquista, cada sentimento à flor da pele. Venha conhecer e se apaixonar por Babi e Eve nessa obra sobre escolhas e amor acima de tudo.

(Autora: Maria Morena Tiago | 205 páginas)

Luzes do Norte

Embora se reconhecesse como bissexual há alguns anos, a autora Giulianna Domingues aproveita o lançamento de Luzes do Norte para externalizar na literatura o que ainda não havia exposto na vida real. Ficcional e fantasiosa, a obra valoriza o universo LGBT ao apresentar para os leitores um casal de mulheres imperfeitas e apaixonadas.

(Autora: Giulianna Domingues | 349 páginas)

O retrato de Dorian Gray

Dorian é um homem que se encanta com a visão de mundo hedonista do aristocrata Henry Wotton, que considera que a beleza e a satisfação sexual são as únicas coisas que importam na vida. Ele deseja então vender sua alma para que apenas um retrato seu pintado a óleo envelheça e desapareça, mantendo sua juventude eternamente. Como Fausto, o protagonista tem seu desejo atendido e parte para uma vida libertina e amoral. A obsessão estética e a vida de aparências são temas centrais do livro.

(Autor: Oscar Wilde | Editora: Selo Via Leitura (Edipro) | 224 páginas)

Fomos Somos Seremos

Ao longo de 80 crônicas poéticas Arthur Webber apresenta em seu livro de estreia “Fomos Somos Seremos” amores não correspondidos, doloridos e tóxicos. Amores de uma noite só e amores de uma vida inteira. Além do amor da família, dos amigos e aquele mais importante: o amor-próprio. Esse, inclusive, o mais difícil de ser nutrido, em sua opinião.

(Autor: Arthur Webber | 312 páginas)

Último acesso: 02 Dec 2021 - 01:19:23 (1045238).