comportamento   / Coronavírus

Banhistas deverão reservar espaço nas praias do Rio de Janeiro através de aplicativo, segundo Crivella

Desde o dia 1º de agosto, quando o banho de mar foi autorizado, o número de banhistas cresceu vertiginosamente.

REDAÇÃO BONS FLUIDOS Publicado quarta 12 agosto, 2020

Desde o dia 1º de agosto, quando o banho de mar foi autorizado, o número de banhistas cresceu vertiginosamente.
Banhistas deverão reservar espaço nas praias do Rio de Janeiro através de aplicativo, segundo Crivella - Foto: Luis Alvarenga/Getty Images

Os banhistas finalmente poderão voltar a frequentar e permanecer nas praias do Rio de Janeiro, espaços bloqueados desde o final do mês de março por uma questão de segurança contra a pandemia do novo coronavírus.

Como os cuidados devem ser mantidos e a aglomeração evitada, a solução encontrada para a população e turistas consiste em reservar um trecho da areia através de um aplicativo, segundo anúncio foi pelo prefeito da cidade, Marcelo Crivella (Republicanos), nesta última segunda-feira, 10.

+ VEJA: Rússia é o 1º país a aprovar vacina contra a Covid-19; veja o que se sabe sobre a vacina russa

"As pessoas vão poder ocupar essas demarcações pelo horário que chegarem e também reservando no aplicativo [...] Esta semana nós vamos fazer a organização das praias para que as pessoas mantenham o afastamento na areia. A ideia é que assim a gente consiga organizar melhor o que hoje não está bom", declarou o prefeito.

O comunicado foi feito durante a cerimônia de apresentação da equipe médica que será enviada a Beirute, capital do Líbano, após a explosão que ocorreu no porto da cidade em 4 de agosto, mais especificamente em um depósito que armazenava nitrato de amônio. O acidente deixou mais de 150 mortos e 300 mil desabrigados.

+ VEJA: Nova Zelândia completa cem dias sem transmissão local do novo coronavírus e país se torna exemplo no combate à pandemia

Crivella ainda continuou: "O que a gente pode fazer é o apelo que sempre fazemos: não podemos aglomerar. Peço que quem está indo à praia para tomar banho que não aglomere nas areias". A data de lançamento do aplicativo ainda não foi divulgada.

Vale dizer que, por mais que uma nova medida esteja sendo planejada para evitar a aglomeração no litoral, desde o dia 1º de agosto, quando o banho de mar foi autorizado, o número de pessoas nas praias, principalmente Arpoador e Leme na zona sul da cidade, cresceu vertiginosamente.

Último acesso: 30 Nov 2020 - 01:56:13 (1043230).