comportamento   / Solidariedade

Após ser humilhado por cliente, vendedor recebe R$ 108 mil em doações em vaquinha online

José, que é deficiente físico, comoveu internautas após ser xingado por cliente que não recebeu encomenda no horário

Bons Fluidos Publicado quarta 1 julho, 2020

José, que é deficiente físico, comoveu internautas após ser xingado por cliente que não recebeu encomenda no horário
Jovem deficiente recebeu mais de cem mil reais após ser humilhado por cliente - Reprodução/ Facebook/ José Marciano

José Rafael Marciano, de 32 anos, sofreu uma reviravolta em sua vida depois de um episódio humilhante. 

O jovem, que não tem uma mão, decidiu preparar pães para vender para complementar a renda durante a pandemia, no entanto, por conta da deficiência, ele acabou atrasando a entrega de 50 pãezinhos que um cliente havia encomendado as 9h da manhã para serem entregues as 11h, ou seja, ele tinha apenas 2h para preparar tudo. 

José, que é morador de Marília, cidade do interior de São Paulo, conseguiu entregar os pães apenas às 13h da tarde, no entanto, quando chegou ao endereço com a encomenda, o cliente rejeitou a compra e o humilhou. 

Para não perder o dinheiro investido na encomenda, e abalado com a situação, José fez um desabafo nas redes sociais pedindo para que alguém comprasse os pães, mas ele não esperava que sua publicação chegasse nas proporções que chegou nas redes sociais: "Fiz com maior carinho, fui até na casa, aí não quis mais porque demorei um pouco. Gente, eu faço tudo na mão, sou deficiente físico, faço tudo com dificuldade, agora vieram me xingar, me ofender. Sobrou muito salgado. Se alguém quiser". 

+ VEJA TAMBÉM: Estudantes do 5º ano escrevem cartas de apoio a idosos em casa de repouso durante quarentena

Internautas que viram a publicação se solidarizaram e, em poucos minutos,  milhares de pessoas compartilharam o pedido do jovem, que teve até uma vaquinha online criada por pessoas que ficaram comovidas com a situação e queriam ajuda-lo. Quem não pôde ajuda-lo financeiramente, enviou mensagens de apoio e incentivo.  

O Padre Fábio de Melo também deu um empurrãozinho e compartilhou a publicação em sua conta no Twitter, onde José recebeu ainda mais visibilidade e a vaquinha online alcançou mais de R$ 100 mil doados. 

"Ele foi humilhado por um cliente, desabafou na internet, e imediatamente recebeu uma chuva de solidariedade. É assim que a gente renova a fé na humanidade", escreveu o Padre. 
 

Último acesso: 21 Sep 2020 - 03:06:52 (1042984).