comportamento   / Desmascarando os mitos

14 lendas urbanas em que continuamos acreditando - mas que são mentiras

Aquela história de que álcool esquenta o corpo ou aquela que assume que os alimentos no chão demoram 5 segundos para serem infectados não são reais; veja quais outras lendas também são mentiras

REDAÇÃO BONS FLUIDOS Publicado quarta 29 julho, 2020

Aquela história de que álcool esquenta o corpo ou aquela que assume que os alimentos no chão demoram 5 segundos para serem infectados não são reais; veja quais outras lendas também são mentiras
Diferente do que dizem, os girassóis não passam a vida inteira buscando pela luz do sol; Entenda - Pixabay

"Quem conta um conto, aumenta um ponto", não é mesmo? Principalmente quando ele é repassado na internet!

As lendas urbanas são bem antigas, mas com os dispositivos móveis e a globalização, elas foram cada vez mais aumentadas e chegaram a muitas pessoas diferentes. 

E quanto mais gente em contato com uma história, mais difícil é para desmenti-la, mas alguns especialistas (do Information is Beautiful,  Mental Floss, Scientific American, entre outros sites) fizeram questão de nos mostrar que estamos errados na maioria das vezes.

O El País reuniu 58 desses exemplos em uma matéria e nós trouxemos 14 deles que chocaram muitas pessoas.

Confiram:

1. O álcool esquenta o corpo

As bebidas com alto teor alcoólico dão a impressão de aumentar a temperatura corporal, mas, na verdade, elas diminuem. Por isso, é bem perigoso bebê-las em um ambiente muito frio, sem nenhuma proteção. De acordo com o Mental Floss, o mesmo acontece com o café.

2. Cortar o cabelo o torna mais forte

A frase é comumente usada por pais que querem convencer os filhos a cortarem os cabelos, porém de acordo com um artigo publicado na Scientific American, ela não é verdadeira,

"O próprio ato de cortar pode fazer com que o cabelo pareça mais espesso por um curto período de tempo. Um fio de cabelo humano é como um lápis ou dardo que afila no final. Portanto, quando uma navalha corta a ponta, pode parecer que o cabelo restante e a restolho subsequente são mais espessos ou mais escuros do que eram antes do corte. Esses pêlos curtos, saindo dos folículos, podem até parecer mais grosseiros. Mas cortar parte do cabelo normalmente não muda nada sobre o processo de regeneração", explica o texto.

3. O estresse faz você ficar de cabelos brancos

O estresse provoca a queda dos fios, isso é certo! Porém ele não faz os cabelos brancos brotarem na cabeça. O que acontece é que os fios pigmentados são bem mais fracos e são os primeiros a caírem, deixando apenas os brancos no couro cabeludo. Ou seja: com estresse, quem já tem algumas partes brancas no cabelo, ficará só com elas. Quem não tem, tem risco de perder fios até ficar careca.

4. Os morcegos são cegos

Os morcegos vêm quase tão bem quanto nós e são mesmo orientados pelos olhos e pelo sonar de ultrassons. São animais que têm alta capacidade de caçar insetos na escuridão, e a uma bússola interna.

5. As moscas vivem 24 horas

As moscas comuns vivem entre 15 e 25 dias.

6. Nunca se deve despertar um sonâmbulo

Lendas urbanas dizem que acordar um sonâmbulo pode causar coma, infarto ou alguma outra coisa relacionada à doenças sérias e até a morte, mas não é bem assim.

A pessoa, quando acordada, poderá se mostrar incomodada e desorientada, mais ou menos como quando nos acordam de um sono profundo.

Na BBC recomendam tentar levar o sonâmbulo cuidadosamente à cama sem despertá-lo, simplesmente para que ele não tropece ou não assuste a pessoa acordada.

7. A comida que cai no chão leva cinco segundos para se contaminar

Lembra daquela batata-frita que caiu no chão e você comeu porque não ficou tanto tempo assim caída? É fato que, quanto menos tempo a comida permanecer no chão, menores serão as chances de uma contaminação, mas há alguma variáveis importantes a serem consideradas, como o tipo de solo (madeira é o pior) ou se a comida está úmida.

Mas a maioria dos estudos demonstram que a superfície está contaminada e que não há diferença substancial entre três ou 15 segundos: o melhor é não arriscar.

8. O soro da verdade funciona

O tiopentato de sódio ainda é levado muito a sério em alguns locais, mas ele foi testado pela BBC para colocar o mito à prova.

A mistura desinibe, como o álcool, e torna quem o consome mais sugestionável, mas não é confiável. Quando a pessoa não tem nenhuma vontade de contar nada, ela não conta.

Apesar disso, o teste, feito com um interrogatório simulado, foi bem sucedido. O jornalista começou explicando (entre gargalhadas) que ele era “um cirurgião cardíaco mundialmente famoso”. Quando aumentaram a dose, admitiu sua verdadeira profissão. 

9. Deixar lâmpadas fluorescentes acesas economiza

Consomem mais energia no momento em que são ligadas, mas não o suficiente para compensar.

10. Os ovos marrons são mais saudáveis que os brancos

A cor do ovo depende do tipo de galinha, mas não há outra diferença. Nem sequer no sabor. Quando notamos uma cor diferente na gema, é pela alimentação da galinha, e não pela casca, cuja grossura, além disso, depende da idade do animal. Na Espanha, é difícil encontrar ovos brancos porque há anos começaram a associar os marrons aos de fazendas tradicionais, como explicam no blog Directo al paladar.

11. O Sol é amarelo

Por conta da nossa atmosfera, vemos o astro com cor amarelada, mas, na realidade, ele é branco. Como explica o IFL Science, as fotos de astronautas frequentemente são retocadas para que seja visto como estamos acostumados. Uau!

12. O sol é uma bola de fogo

 Há quem afirme isso, mas a reação é nuclear, não química: o sol brilha, mas não está em chamas.

13. Os girassóis acompanham o sol

Os girassóis acompanham o Sol somente enquanto são jovens e precisam aproveitar o máximo de luz. Quando crescem e amadurecem, se fixam em uma posição, orientados ao leste.

14. É possível hipnotizar uma serpente com uma flauta

Melhor não tentar: as serpentes são surdas e o que as acalma é o movimento do instrumento. A cobra movimenta a cabeça não por estar hipnotizada, mas porque é a forma como observa melhor todos os movimentos.

Último acesso: 09 Aug 2020 - 09:26:18 (1043161).