13 de abril - Dia do Beijo; psicólogo comenta sobre as mudanças nos relacionamentos durante a pandemia

Alexander Bez foi o profissional responsável por conversar com a Bons Fluidos sobre o assunto; leia a matéria

Bons Fluidos Publicado terça 13 abril, 2021

Alexander Bez foi o profissional responsável por conversar com a Bons Fluidos sobre o assunto; leia a matéria
13 de abril - Dia do Beijo; psicólogo comenta sobre as mudanças nos relacionamentos durante a pandemia - Foto de cottonbro no Pexels

É um 13 de abril que comemoramos o Dia do Beijo. A data celebra um dos gestos mais significativos como expressão de carinho entre as relações de afeto humanas, mas durante a pandemia, é inegável não dizermos que distanciamento social fez com que esses laços ganhassem outra cara.

Segundo o psicólogo Alexander Bez, "O ser humano é fundamentalmente, um ser social-relacional. O ato de se relacionar com outras pessoas, faz bem à alma e a toda a dimensão do trato psicoemocional." Então, como podemos lidar com a falta de relações interpessoais durante a pandemia?

+ VEJA: Inspire e expire! Médico chinês ensina exercício de respiração para dormir em apenas 3 minutos; veja como fazer
 
O profissional, em conversa com a Bons Fluidos, aponta que a falta de contato com as pessoas pode causar extrema ansiedade, podendo se intensificar por não estarmos vivendo uma vida como considerávamos ser normal. Uma das dicas do especialista é não deixar de manter o contato com os familiares e amigos, mesmo de modo virtual. 
 
“Ao ficarmos confinados, sofremos com a falta do contato e das interações físicas. Ainda que possamos nos relacionar virtualmente, através das mídias sociais, os laços sentimentais estabelecidos no mundo real, não são os mesmos do mundo virtual.”, completa o especialista.

+ VEJA: Lágrimas de tristeza, medo ou emoção! Saiba que efeito o choro causa no corpo humano
 
A restrição nas nossas vidas sociais pode acarretar em transtornos psicológicos maiores como ansiedade e depressão, já que perdemos algumas das trocas de sentimento que existem nas relações humanas. O contato diário com outras pessoas é um excelente apoio psicológico que temos e o nosso trato psicoemocional é altamente favorecido.

A essa altura do campeonato, nos cabe não perder as esperanças e valorizar as nossas vidas e das pessoas que estão ao nosso redor. Tasque um beijo em quem mora sob o mesmo teto que você! Feliz dia do beijo!


Alexander Bez – Psicólogo; Especialista em Relacionamentos pela Universidade de Miami (UM); Especialista em Ansiedade e Síndrome do Pânico pela Universidade da Califórnia (UCLA). Atua na profissão há mais de 20 anos.

Último acesso: 21 Jun 2021 - 22:46:30 (1044746).