Testeira
  coluna-marina-repetto   / Amar-se, para amar o outro

Relacionamento e autoconhecimento caminham de mãos dadas: ''Para o relacionamento fluir, é importante aceitar seus próprios sentimentos''

Na coluna desta semana, Marina Repetto ressalta a importância de se autoconhecer para poder adentrar o mundo de uma outra pessoa durante um relacionamento

Marina Repetto Publicado sexta 13 agosto, 2021

Na coluna desta semana, Marina Repetto ressalta a importância de se autoconhecer para poder adentrar o mundo de uma outra pessoa durante um relacionamento
Marina Repetto fala sobre importância de se autoconhecer para poder adentrar o mundo de uma outra pessoa durante um relacionamento - Freepik/ jcomp

O relacionamento é, basicamente, a junção de partes que têm a capacidade de manter um convívio agradável com aquele que é seu semelhante... Mas conviver com respeito e união, que quer dizer que um relacionamento seja perfeito e que não passe por desafios.

Cada pessoa possui um universo interno e totalmente único e lidar com isso pode ser um grande desafio. São passados diferentes, crenças diferentes e maneiras de perceber a realidade de formas distintas. E é nesse ponto que o autoconhecimento pode ajudar muito a cultivar boas relações. O entendimento das nossas próprias particularidades possibilita a aceitação e a ação humilde para adentrar em um terreno que não seja o nosso.

+++ Positividade tóxica: o desafio de lidar com a constante repressão do sofrimento

A grande chave para manter boas relações talvez seja aceitar o outro como ele é. Claro que existirão adaptações, mas nunca para transformar o outro em o que nós somos. São dois mundos que se encontram e precisam ser respeitados. Se
estivermos conectados à nossa essência, perceberemos que o coração sempre reconhece o que é verdade e só fica em paz se estiver em um lugar onde o indivíduo é livre para ser tudo o que quiser ser.

 

AMOR-PRÓPRIO

Para criar um relacionamento, devemos exercer o amor-próprio a todo momento, pois precisamos disso para criar laços mais profundos com aquele que resolvemos dividir a vida. Esse autoamor nos deixa mais confiantes, nos auxilia a encontrarmos nossa energia e a entendermos mais sobre os nossos próprios sentimentos, sem projetarmos no outro as nossas próprias frustrações.

Dessa forma, não dividimos a escassez e sim, compartilhamos o que transborda. O amor é um estado de espírito que deve ser descoberto por cada um internamente. Nós não somos metades, e sim, inteiros, que compartilhamos sensações que existem em nós. Para termos um bom relacionamento precisamos ter claro no coração, que ninguém irá nos preencher, pois, nós já somos seres completos.

A empatia é muito essencial para continuar a companhia daquele que você escolheu para estar próximo a ti. É lindo vermos que um relacionamento com intimidade traz muita energia para ambas as partes que vivem ele. Compartilhar a vida com alguém é incrível e sentir a energia daquele que nos faz bem é uma sensação única.

É tudo uma construção. Estar disposto a descobrir novos caminhos e se abrir para novas possibilidades. As energias se misturam e é ainda uma grande oportunidade de cada pessoa se conhecer melhor, afinal, relacionamentos são como espelhos: projetamos nos outros o que é nosso mesmo.

A relação é uma construção e a comunicação é fundamental para que haja entendimento e crescimento. Desafios existirão e lidar com eles faz parte dessa grande jornada de se relacionar. Ambas as partes devem estar dispostas a
aprender, conversar, se abrir e se tornar um ser humano melhor a cada dia. Essa ideia de ‘’relacionamento perfeito’’ gera frustração porque é totalmente ilusório pensar que não existirão conflitos, até porque, são justamente eles que nos fazem
caminhar para um lugar melhor.

+++ ''Metade Namastê, metade quero nem saber'': Somos um grande equilíbrio, porque a vida perfeita é utopia

Para o relacionamento fluir melhor é sempre importante aceitar seus sentimentos, ser totalmente real com você mesmo e estar com a sua essência sempre com você. Viva cada fase do relacionamento de uma forma única, pois a nossa passagem aqui é muito breve.

Entendendo que o amor é um estado do ser, relacionamentos fluem de uma forma muito melhor. Estar alinhado com a sua essência, com o seu coração e sentimentos é fundamental para estar em paz com a realidade que está se manifestando e com as pessoas que você se relaciona. Todas as pessoas que passam pela nossa vida chegam por uma razão e trazem a oportunidade de nos conhecermos um pouco melhor.


Muito tem se falado sobre a importância do autoconhecimento... Mas como chegamos a ele? A essa resposta que Marina Repetto, nutricionista (do corpo e da alma) e especialista em Ho'oponopono, nos guiará em sua mais nova coluna aqui na Bons Fluidos Digital todas as sextas-feiras, às 12h.

Último acesso: 25 Sep 2021 - 11:33:01 (1045553).