Testeira
  coluna-marina-repetto   / Ela faz o caminho dela

Autorresponsabilidade: a chave para viver uma verdadeira transformação

Na coluna desta semana, Marina Repetto destacou que não podemos nos sentir responsáveis por aquilo que não controlamos e pontuou que o senso de responsabilidade sobre nós mesmos é a chave para a transformação interior

MARINA REPETTO Publicado sexta 20 agosto, 2021

Na coluna desta semana, Marina Repetto destacou que não podemos nos sentir responsáveis por aquilo que não controlamos e pontuou que o senso de responsabilidade sobre nós mesmos é a chave para a transformação interior
Saiba ser responsável pela sua felicidade e aprenda a desapegar daquilo que você não tem controle - Pexels/ Matheus Bertelli

O caminho do autoconhecimento nos ensina novas perspectivas e possibilidades para lidar com o outro e com o mundo. Desde criança, fomos ensinados a manter um olhar sempre para o mundo externo: a atitude do outro, as escolhas do outro, o amor do outro. Dessa maneira, o primeiro contato com o nosso universo interno pode ser extremamente desafiador, uma vez que, lidar com o novo sempre traz novos desafios e consequentemente grandes transformações. 

De fato, é preciso coragem para lidar com as nossas imperfeições. São pelas falhas que a luz pode entrar e iluminar as partes sombrias que existem em nós. Esse é um grande passo para começar a se autoconhecer: auto-observação.

+++ Relacionamento e autoconhecimento caminham de mãos dadas: ''Para o relacionamento fluir, é importante aceitar seus próprios sentimentos''

Tudo começa do lado de dentro

É através dela que compreendemos que tudo começa do lado de dentro e que a realidade externa é uma projeção do que existe no nosso interior.
A partir dessa compreensão, a vida começa a ganhar um novo sentido, e descobrimos que só podemos transformar aquilo que é de nossa responsabilidade. Por mais que seja mais fácil sempre colocar a culpa em alguém ou nas situações do cotidiano, só podemos transformar aquilo que também existe em nós.

 

Essa consciência nos dá força para mudar a maneira como enxergamos a situação quando não podemos mudá-la. São as nossas percepções que criam a realidade que experienciamos. Quando falamos sobre crenças, visitamos um lugar na mente que resulta na soma de muitas memórias do passado que formam o que acreditamos. Os nossos pensamentos criam a nossa realidade e a boa notícia é que não somos vítimas das dificuldades da vida, podendo assim, tomar as rédeas do nosso próprio destino e transformar a nossa visão de mundo.

Assumir a responsabilidade pela realidade que experienciamos é um ato que nos conduz a verdadeira liberdade, no qual sempre podemos agir de forma consciente sem precisar ser vítimas da forma como percebemos o mundo. É muito mais sobre como você lida com o que te acontece do que de fato o que te acontece, e isso nos faz ativar o poder da autotransformação.

+++ ''A nossa passagem neste plano é muito breve'': Deixe a espiritualidade fazer parte da sua vida, cuide da sua energia e se perceba mais

Somos todos criadores da nossa própria história

A vida é como uma grande escola e precisamos passar por muitas provas para aprender as lições. Tudo que chega até nós sempre traz uma oportunidade de
entendermos mais sobre o nosso eu mais profundo, que muitas vezes fica reprimido pelas confusões mentais que tomam o seu lugar. É preciso aprendermos a ativar a nossa força interior e expandir as nossas ferramentas para lidar com as circunstâncias da vida.

Todos nós carregamos em nosso interior o que precisamos para lidar com a nossa própria história da melhor maneira possível. Para isso, é preciso fortalecer o ser e relembrar diariamente que tudo começa do lado de dentro.


Muito tem se falado sobre a importância do autoconhecimento... Mas como chegamos a ele? A essa resposta que Marina Repetto, nutricionista (do corpo e da alma) e especialista em Ho'oponopono, nos guiará em sua mais nova coluna aqui na Bons Fluidos Digital todas as sextas-feiras, às 12h.

Último acesso: 25 Sep 2021 - 13:05:12 (1045592).