Testeira

Aceitação: Como o autoconhecimento nos ajuda a aceitar as diversas fases da vida

Na coluna desta semana, Marina Repetto comenta sobre entendermos que não somos perfeitos e indica ferramentas que podemos utilizar diariamente para entender isso da melhor forma

MARINA REPETTO Publicado sexta 29 outubro, 2021

Na coluna desta semana, Marina Repetto comenta sobre entendermos que não somos perfeitos e indica ferramentas que podemos utilizar diariamente para entender isso da melhor forma
Como o autoconhecimento nos ajuda a aceitar as diversas fases da vida - FREEPIK

Ao longo da vida passamos por diversos ciclos, alguns de ápice de felicidade e realização e outros nem tanto, e nesses períodos, onde nem tudo corre como desejamos, onde temos que buscar forças e compreender que o propósito da nossa existência muitas vezes foge à nossa compreensão. Aos poucos, vamos percebendo que o equilíbrio de fato, não é linear, e isso exige de nós cada vez mais flexibilidade.

+++ Mindfulness, mantra, meditação taoísta, Ho'oponopono: conheça os tipos de meditação e as transformações que as práticas possibilitam

Durante essas fases, tendemos muito a comparar a nossa realidade com a de outras pessoas. Hoje em dia, com a internet, redes sociais e toda a exposição que o mundo moderno possibilita, é muito comum sentir a necessidade de estar bem ou ter as mesmas conquistas que os outros. É preciso muita coragem para aceitar que não somos perfeitos e para viver nossas imperfeições sabendo que estamos na arena da vida para errar, acertar, cair, levantar. Tudo isso faz parte dessa grande experiência que é viver e a coragem se faz necessária para abrirmos novas portas e chegarmos a novos lugares.

As mudanças em nossa vida vêm exatamente para acompanhar o nosso crescimento. Apesar de todos nós passarmos pela infância, pré-adolescência, adolescência, maioridade e velhice, devemos saber e aceitar que elas não são iguais e nem vem na mesma intensidade para ninguém. Nossa existência é única e especial e por isso é tão importante sabermos viver e deixar ir cada momento que nos é oferecido. Eles são singulares e o aprendizado que podemos tirar de cada um deles é único.

 

+++ Porque temos tanta dificuldade de nos concentrar para meditar e como podemos melhorar?

O autoconhecimento é fundamental para entendermos que cada fase de nossas vidas exigirá uma diferente versão de nós. As adversidades da vida e os momentos de dor trazem grandes oportunidades de transformação e evolução, que muitas vezes se escondem em situações que repudiamos passar. A vida, com toda sua sabedoria, se encarrega de colocar em nosso caminho o que estamos preparados para viver e lidar, e nos impulsiona para que nos tornemos seres humanos melhores.

É tão libertador perceber que o que a gente já viveu não precisa determinar o que estamos vivendo e nem o que vamos viver. A vida é sempre fresca e cada dia é único. Você pode criar no hoje uma nova percepção da sua realidade, limpando e purificando as suas memórias, dores do passado e dando espaço ao frescor que a vida sempre te possibilita. A prática do Ho’ponopono nos permite viver essa limpeza. Ao limpar meus registros que causam dor, dou espaço à inspiração e me conecto à divindade que existe em mim. Eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grata.

+++ Síndrome do Pânico: Meu relato e percepções sobre uma fase extremamente difícil


Muito tem se falado sobre a importância do autoconhecimento... Mas como chegamos a ele? A essa resposta que Marina Repetto, nutricionista (do corpo e da alma) e especialista em Ho'oponopono, nos guiará em sua mais nova coluna aqui na Bons Fluidos Digital todas as sextas-feiras, às 12h.

Último acesso: 29 Nov 2021 - 03:16:12 (1045944).