Testeira
  coluna-charles-bueno   / Anestesia geral x hipnose

É verdade que a hipnose pode substituir uma anestesia geral?

Charles Bueno explica se a teoria de que a hipnose substitui a anestesia geral é verdadeira ou não

Charles Bueno Publicado segunda 13 dezembro, 2021

Charles Bueno explica se a teoria de que a hipnose substitui a anestesia geral é verdadeira ou não
Hipnose substitui anestesia geral? Charles Bueno responde! - Freepik/ gpointstudio

É verdade: a hipnose pode substituir uma anestesia. E, comprovadamente, a prática da hipnose já ganhou espaço nos centros cirúrgicos da Europa. Na França, já é como uma alternativa menos medicamentosa aos procedimentos anestésicos tradicionais e invasivos. Na Bélgica, a Universidade de Liège, já experimenta a hipnose como anestésico desde 1990.

A técnica da hipnose combinada com a anestesia local pode, sim, substituir o uso de substâncias pesadas e, muitas vezes, até mesmo a anestesia geral. Isso tudo, porque além de evitar procedimentos invasivos e os riscos de uma anestesia geral, os benefícios também são inúmeros: diminuição dos riscos de infecção, melhor cicatrização, pacientes mais calmos e internados por menos tempo.

+++ Sem medo de transe hipnótico - até porque você entra em transe todo os dias, mesmo sem nem perceber

HIPNOSE X ANESTESIA GERAL: COMO É POSSÍVEL?

Mas, tudo precisa ser feito com muita atenção, cuidado e cautela. Primeiro é necessária uma entrevista clínica para analisar a velocidade e a facilidade que o paciente consegue entrar em transe e condicionar a mente durante algumas sessões para preparar esse paciente antes da necessidade da hipnose analgésica, pois apesar de todos nós podemos ser hipnotizáveis, cada mente se comporta de uma maneira diferente.

Como é possível não sentir dor enquanto está hipnotizado?

Quando uma pessoa está em transe, algumas áreas do cérebro que processam a dor são desligadas já que o cérebro passa a deixar de processar essas informações. Mas, muita calma nessa hora: é preciso entender as sensações de toque e de pressão são percebidas já que elas habitam em outra via de processamento do cérebro e o hipnotizado nunca fica inconsciente.

+++ Sono no volante, ou melhor: hipnose de estrada! Saiba como driblar a sensação e dirigir em segurança até seu destino

O estado de hipnose, na verdade, fica entre o estado da vigília – que este que você que está lendo isso se encontra agora – e o sono. Alguns estudiosos dizem que é um estado alterado de consciência, outros que é um estado ampliado de consciência, mas todos querem dizer a mesma coisa.

Como a hipnose ajuda no controle das emoções, no comportamento e no monitoramento dos pensamentos, é exatamente assim que ela age na hora de eliminar a sensação de dor -- mas nem por isso é uma técnica sem contraindicação ou risco.

CONTRAINDICAÇÃO E RISCOS

Se for feita por um profissional que não esteja preparado ou mal habilitado pode não surtir efeito e ser traumático para o paciente que se submete.

Além disso, pacientes esquizofrênicos podem ter um surto, pois já vivem em um estado alterado de consciência pela doença em si. No processo de hipnose, o esquizofrênico pode tomar algo como verdade e ter um surto.

Dito isso, a técnica pode sim ser uma opção de substituição ou de combinação na hora de uma anestesia, mas sempre deve ser bem orientada e preparada com a devida antecedência e cuidado.


Até ler esse texto você já tinha se dado conta da importância da hipnose? Já tinha parado para pensar que a prática precisa ser desmistificada? Pois é! É por isso que nosso colunista Charles Bueno está aqui! Vamos conversar semanalmente sobre hipnose e todos os seus benefícios para a saúde mental e física!

Instagram: @charlesbuenohipnologo

www.masteremhipnoseclinica.com.br

Último acesso: 22 Jan 2022 - 20:23:42 (1046306).