bem-estar   / Vacinação vs Covid-19

Redução entre primeira e segunda dose de vacina da Pfizer é avaliada pelo Ministério da Saúde

A variante Delta e a chegada de doses extras da vacina fizeram com que os responsáveis pela pasta reavaliassem a situação

Viva Saúde Publicado segunda 26 julho, 2021

A variante Delta e a chegada de doses extras da vacina fizeram com que os responsáveis pela pasta reavaliassem a situação
Redução entre primeira e segunda dose de vacina da Pfizer é avaliada pelo Ministério da Saúde - Foto: Andre Coelho/Getty Images

Nesta segunda-feira, 26, a secretária extraordinária de enfrentamento à Covid do Ministério da Saúde, Rosana Leite, anunciou que a própria pasta está avaliando reduzir o intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina da Pfizer.

Assim como o imunizante de Oxford, o período entre uma dosagem e outra é de 90 dias, ou seja, três meses. A variante Delta e a chegada de doses extras da vacina fizeram com que os responsáveis pela pasta reavaliassem a situação, porém, o possível novo intervalo não foi divulgado.

Provavelmente, no próximo mês, com as perspectivas de vacinas, temos uma previsão de fechar agora o mês de julho com 40 milhões de vacinas, e em agosto, 63 milhões Então, sim, nós pensaremos em reduzir esse intervalo.", confirmou a secretária.

Para saber mais, CLIQUE AQUI e leia a matéria completa no site da revista Viva Saúde, parceira da Bons Fluidos.

Último acesso: 17 Oct 2021 - 10:21:18 (1045426).