bem-estar   / Dica de Sommelier

Qual é a taça que devo escolher? Sommelier indica o modelo ideal para cada tipo de vinho

Segundo o sommelier Leandro D’Kessadjikian, a escolha da taça certa faz toda diferença na qualidade do vinho

Bons Fluidos Publicado quinta 29 julho, 2021

Segundo o sommelier Leandro D’Kessadjikian, a escolha da taça certa faz toda diferença na qualidade do vinho
Saiba quais taças escolher para cada tipo de vinho - Unsplash/ Zan

É confirmado pela ciência: formato e material das taças realçam cores, aromas e sabores. E, de acordo com Leandro D’Kessadjikian, essa escolha influencia, sim, na degustação

Sabia que é preciso investir em uma taça de qualidade para apreciarmos o sabor completo de um vinho? De acordo com o sommelier Leandro D’Kessadjikian, cada tipo de taça permite que a bebida tenha contato com áreas diferentes da boca, aguçando ou diminuindo sabores específicos.

“É preciso que o vinho atinja corretamente as papilas gustativas distribuídas na nossa boca e na nossa língua. Além disso, o formato da taça também permite um melhor aproveitamento do corpo da bebida, dos seus aromas e até a manutenção da sua temperatura”, aponta.

+++ Caipirinha de vinho?! Sommelier ensina 3 receitas de drinks com vinho para o inverno

Por esse motivo, é tão importante saber qual a taça certa para servir o seu vinho favorito. “Servir um tipo específico em uma taça errada pode ser extremamente prejudicial para as características da bebida”, explica.

Para escolher a taça adequada para cada ocasião, Leandro separou algumas dicas. “É necessário prestar atenção a alguns pequenos detalhes que são essenciais. Boas taças são feitas de cristal transparente, com hastes longas para que você possa segurar o copo sem ter que tocar no local onde se concentra a bebida, evitando assim alterar a temperatura do recipiente”, lista o especialista.

O tamanho da taça também diz muito sobre a bebida que ela pode receber.

“Quando grandes, elas são ideais para vinhos que precisam do contato com o oxigênio para serem saboreados.  Já quando são menores, valorizam vinhos que devem ser consumidos rapidamente, evitando esquentar no copo. Taças muito longas são adequadas para bebidas espumantes, uma vez que permitem a formação correta das bolhas e melhoram seu aroma, enquanto as taças pequenas e curtas são ideais para vinhos doces que são consumidos em doses menores.”

O sommelier descreve as taças mais conhecidas no universo dos vinhos e com qual tipo de bebida elas combinam mais.

Taça Bordeaux

Com design de bojo grande e boca mais fechada, foi elaborada para receber vinhos encorpados e com tanino forte, como os feitos com a uva Cabernet Sauvignon. “Esse tipo de taça segura os aromas, concentrando-os para reforçar o sabor da bebida e facilita o direcionamento para a ponta da língua, onde percebemos os sabores mais frutados. Além da Cabernet Sauvignon, a taça Bordeaux combina com Merlots, Syrahs e Tannats”, afirma.

Taça Borgonha

“O design da taça borgonha lembra um balão, com bojo maior do que as taças Bordeaux e uma boca maior, permitindo maior contato do ar com a bebida. Esse tipo de taça é ideal para favorecer vinhos de aromas imperdíveis e também facilita o contato da bebida com o centro da língua, diminuindo sua acidez. Essa taça é ideal para Pinot Noirs, Riojas e Nebbiolos.”

+++ Vodka brasileira ganha medalha de ouro em premiação internacional e custa menos de R$ 100

Taça de vinho branco

A taça de vinho branco, como seu nome já indica, foi elaborada para consumo rápido e fácil dessa bebida."Elas tem um bojo menor e são mais baixas, permitindo que o volume preenchido da taça seja pequeno e não favoreça a elevação da temperatura, já que esses vinhos devem ser consumidos mais gelados”, pontua.

Taça de vinho rosé

Os vinhos rosés são uma bela mistura dos taninos encontrados nos vinhos tintos e os aromas dos vinhos brancos. Por conta disso, funcionam com taças pequenas porém com bojo grande, que valoriza essas duas características. “É pouco comum encontrar taças de vinhos rosés em jogos de copos, por isso ele também pode ser consumido em taças de vinho branco”, ressalta.

Taça ISO

Essa é a taça padrão que se adapta para todos os tipos de vinho, muito utilizada em restaurantes ou em eventos de degustação. “Ela tem um tamanho menor do que as tradicionais taças de vinho tinto, mas apresenta um bojo maior e a boca mais fechada. Por se adaptar a qualquer tipo de bebida, é perfeito para degustação técnica”, destaca.

Taça de espumantes

A taça também é chamada de Flute (flauta) por causa de seu formato fino e alongado. “Esse design é ideal para que sejam formadas as bolhas da bebida espumante, que colaboram com seu sabor e aroma. Como o volume dessa taça é pequeno, ela também não prejudica a temperatura da bebida, que deve ser servida a temperatura ideal sempre.”

Taças de vinhos doces (sobremesas)

São taças que possuem bojo e tamanho pequeno para valorizar o consumo de vinhos mais doces, que não devem ser ingeridos em grandes quantidades. “O desenho da taça, com a boca levemente fechada, permite que a bebida seja levada diretamente para a ponta da língua, onde saboreamos paladares mais doces”, completa.

Último acesso: 26 Oct 2021 - 20:18:34 (1045447).