bem-estar   / Réveillon e Carnaval

Fundador da Anvisa, Gonzalo Vecina adverte: ''Nem pensar fazer réveillon ou Carnaval''

''Estamos longe de alcançar o fim da pandemia. Nem pensar fazer réveillon ou Carnaval'', declarou o médico sanitarista; saiba mais

Bons Fluidos Publicado quinta 25 novembro, 2021

''Estamos longe de alcançar o fim da pandemia. Nem pensar fazer réveillon ou Carnaval'', declarou o médico sanitarista; saiba mais
Fundador da Anvisa, Gonzalo Vecina adverte: ''Nem pensar fazer réveillon ou Carnaval'' - Flickr - Reprodução / Senado Federal

O médico sanitarista Gonzalo Vecina, fundador da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), disse nesta quinta-feira, 25, ao OUL News que desaprova, ou melhor, encara como fora de cogitação a celebração de feriados como Ano Novo e Carnaval 2022 em decorrência da contínua pandemia da covid-19.

Réveillon e Carnaval 2022

Em fala emblemática, Vecina falou: "Estamos longe de alcançar o fim da pandemia. Nem pensar fazer réveillon ou Carnaval. Tudo que estamos fazendo vai por água abaixo".

O aviso da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a quarta onda da covid-19 no mundo fez com que algumas cidades ficassem alerta e cancelassem os eventos. Lembrando que estamos falando de festas organizadas pelas prefeituras, e não celebrações particulares.

+++ Cidade de São Paulo chega a 100% de sua população adulta com o esquema vacinal completo contra a covid-19

Na cidade de São Paulo, por exemplo, a mais populosa do país, a decisão sobre a celebração ou não do carnaval de rua acontecerá apenas ao final do mês de dezembro, conforme o andamento dos dados da pandemia na cidade, como prevê Edson Aparecido, secretário municipal da Saúde da prefeitura de São Paulo, comandada por Ricardo Nunes (MDB).

Mais de 70 cidades de SP cancelam Carnaval 2022

Com o Carnaval 2022 se aproximando, mais de 70 cidades do estado de São Paulo decidiram cancelar a festa popular em decorrência da pandemia da covid-19.

+++ SP anuncia liberação a partir de dezembro da obrigatoriedade do uso de máscara em locais abertos

Além da intenção de evitar aglomerações e a disseminação do vírus nas ruas dos municípios do estado mais populoso do país e seguir respeitando as famílias que perderam entes queridos para a doença, muitas dessas cidades não apresentam recursos suficientes para receber uma grande quantidade de pessoas durante a festa nas ruas em fevereiro, visto que os investimentos foram utilizados nos últimos meses para atender à área da saúde. Para conferir a lista das mais de 70 cidades de SP que cancelaram o Carnaval 2022, CLIQUE AQUI.

Último acesso: 02 Dec 2021 - 01:23:33 (1046160).