Estudo mostra que refrigerantes diet são tão ruins quanto os açucarados

A pesquisa apontou relação entre refrigerantes diet e doenças cardiovasculares

Bons Fluidos Publicado quarta 4 novembro, 2020

A pesquisa apontou relação entre refrigerantes diet e doenças cardiovasculares
Cientistas apontaram relação entre consumo de refrigerantes diet e doenças cardíacas - Pexels

Um estudo ainda em andamento publicado no periódico científico Journal of American College of Cardiology na segunda-feira, 26, mostrou que os refrigerantes diet fazem tão mal ao coração quanto os com açúcar. 

O estudo avaliou dados de mais de 100 mil voluntários franceses entre 2011 a 2019. Os participantes do estudo preenchiam um formulário a cada seis meses para definir a qual grupo pertenciam: não usuário, pouco consumidor e grande consumidor de bebidas diet ou açucaradas.

Os refrigerantes denominados “diet” não contêm açúcar refinado em sua composição, no entanto, possuem adoçantes artificiais tão maléficos quanto o açúcar dos refrigerantes comuns. 

+ VEJA TAMBÉM: Você sabia? Consumir laticínios e cafeína são alguns dos hábitos que aceleram o metabolismo

Após avaliar a saúde dos voluntários, os cientistas observaram uma maior incidência de casos de derrame, ataque isquêmico transitório (também chamado de mini-AVC), infarto do miocárdio e síndrome coronariana aguda e angioplastia nos voluntários que consumiam refrigerantes diet. 

De acordo com a pesquisa, consumidores de bebidas diet tinham mais 20% de chances de desenvolver doenças cardiovasculares em comparação com os pacientes que bebiam bebidas açucaradas. 

+ VEJA TAMBÉM: Cuide do coração! 5 alimentos que ajudam a desobstruir as artérias

"Sabemos que as pessoas que consomem refrigerantes diet, às vezes, já estão acima do peso ou obesas, então você deve se perguntar quais outros fatores já existem", disse à CNN, o cardiologista Andrew Freeman, copresidente do grupo de trabalho de nutrição e estilo de vida do American College of Cardiology.

Último acesso: 26 Oct 2021 - 21:58:28 (1043736).