bem-estar   / Bebida poderosa

Estudo diz que café reduz o risco de morte por doenças cardíacas; saiba a quantidade ideal

Até três xícaras por dia podem reduzir o risco de AVCs e complicações cardio vasculares

Bons Fluidos Publicado quarta 1 setembro, 2021

Até três xícaras por dia podem reduzir o risco de AVCs e complicações cardio vasculares
Estudo recente associou o café à diminuição do risco de doenças cardíacas - Unsplash/ Drigitte Tohm

Seja no café da manhã, no pós almoço e até à noite. Algumas pessoas nunca dispensam o famoso cafezinho, que tornou-se fundamental na vida de quem gosta da bebida ou apenas quer manter-se mais "acordado" no dia a dia. 

Embora o principal efeito do café esteja associado ao poder da cafeína de deixar o organismo em alerta, os benefícios desta bebida vão muito além!

+++ Nunca mais jogue fora a borra de café; conheça 5 formas incríveis para reutilizá-la no dia a dia

Um estudo recente e um dos mais amplos realizados sobre o assunto foi divulgado pela Sociedade Europeia de Cardiologia. O estudo mostrou que o café esta associado à redução do risco de doenças cardíacas. Segundo a pesquisa, a bebida pode reduzir até 21% o risco de sofrer derrames, e 17% para risco de morte por complicações cardiovasculares.  

No entanto, é importante atentar-se à quantidade ideal de café por dia. A bebida em excesso pode provocar problemas de saúde. Recomenda-se a ingestão de até 3 xícaras por dia. 

"Nossas descobertas sugerem que o consumo de até três xícaras de café por dia está associado a bons resultados cardiovasculares. Embora mais trabalhos sejam necessários para explicar os mecanismos mais aprofundada, os benefícios observados já indicam  alterações positivas na estrutura e função cardíaca", disse a autora do estudo, Judit Simon, em nota. 

+++ Todo apaixonado por café deve saber estes 7 fatos científicos curiosos sobre a bebida mais amada do mundo

Como foi feito o estudo

Para chegar nas conclusões citadas acima os pesquisadores da Universidade Semmelweis, em Budapeste, analisaram os hábitos de consumo de 468 mil pessoas. As informações estavam no banco de dados Biobank, que investiga a saúde dos voluntários e o desenvolvimento de doenças no Reino Unido. 

Acredita-se que os compostos presentes no café têm ação no processo de inflamação e de oxidação do organismo, o que resulta em menor risco de problemas cardíacos. 

Último acesso: 22 Oct 2021 - 11:02:02 (1045651).