bem-estar   / Exercite-se

Dá para treinar em casa? Claro! Personal trainer indica acessórios que ajudam nos exercícios em casa

Personal trainer Sol Meneghini explica como cordas, tapetes, colchonetes, bolas e elásticos podem ser usados para treinar o corpo todo de forma prática

Bons Fluidos Publicado sexta 28 maio, 2021

Personal trainer Sol Meneghini explica como cordas, tapetes, colchonetes, bolas e elásticos podem ser usados para treinar o corpo todo de forma prática
Aprenda a se exercitar em casa com ferramentas simples - Freepik

Devido ao lockdown e o fechamento de parques, clubes, ginásios e academias, a prática de atividade física ficou prejudicada durante a pandemia do coronavírus. Por isso, muitas pessoas recorreram aos exercícios em casa para continuar movimentando o corpo e evitar o sedentarismo. 
 
A personal trainer Sol Meneghini aponta que alguns acessórios ajudam bastante a potencializar os efeitos positivos da atividade física. Itens como cordas, elásticos, tapetes, colchonetes e bolas são ótimas opções para fazer treinos caseiros de forma prática: “Os acessórios permitem uma maior amplitude dos movimentos, ao passo que os músculos ganham mais flexibilidade para realizar posteriormente qualquer exercício, contribuindo para a diminuição do risco de lesões. Além disso, traz melhora nas articulações, tônus muscular, postura e, é claro, na estética.”

Para escolher o mais indicado para a sua rotina de exercícios, é importante ter em mente qual objetivo a pessoa tem ao treinar.

“Se quer trabalhar mais os membros superiores, aposte em halteres, faixa elástica e extensores. Caso o foco seja membros inferiores, indica bola suíça, mini band, caneleiras, entre outros”, lista ela. “Mas vale ressaltar que os acessórios geralmente são multifuncionais. Pode-se usar uma bola suíça, por exemplo, para alongar e ao mesmo tempo fazer abdominais nela.”

+ VEJA TAMBÉM: Exercícios para todos! Educadora física Carol Borba inclui tradução em Libras nos seus vídeos de treinos online

Sol destaca que é essencial tomar certos cuidados ao utilizar esses itens durante o treino caseiro.

“Verifique sempre se você está executando o exercício corretamente da forma que o acessório propõe, prestando atenção na sua postura ao executar o treino. Não compre nenhum acessório de providência duvidosa, pois eles podem provocar traumas por conta de detalhes, às vezes, praticamente imperceptíveis. Certifique-se que seus equipamentos não causem lesões.”

Ela lista as opções mais populares e a funcionalidade de cada uma:

Corda

Pular corda é um exercício simples e que carrega benefícios dentro de sessões aeróbicas ou de fortalecimento muscular. 

“A corda é um acessório portátil para ter em casa e levar em viagens. Ocupa pouco espaço no armário e na mala e é um exercício que requer apenas uma superfície plana. O treino em si promove resistência cardiorrespiratória, queima gordura e proporciona ganho de agilidade”, recomenda Sol.

Mini band

São faixas elásticas leves e fáceis de guardar e transportar. Elas trabalham fortalecimento de todos os grupos musculares e são recomendados para ioga, exercícios funcionais e de reabilitação, pilates e no apoio a variados esportes, como futebol, vôlei, basquete e lutas. 

Em treinos caseiros, a mini band pode ser usada em diferentes modalidades: agachamentos, afundo, 4 apoios, elevação de quadril, flexão de quadril, extensão de quadril, abdutor e adutor, flexão plantar, prancha, pulldown lateral na parede, tríceps, rosca e rotação de ombro. 

“As faixas são encontradas em quatro intensidades – leve, média, forte e extraforte –, que podem ser compradas individualmente ou em kits. Esses níveis de resistência, mais o peso do corpo e a força aplicada para esticar a faixa, ativam os músculos e, com a prática frequente, definem e fortalecem pernas, glúteos, braços, core e peito. Quanto maior a intensidade do elástico, mais difícil será a execução dos exercícios”, afirma a profissional.

O elástico extensor também é ótimo para exercícios de tonificação, resistência, mobilidade, flexibilidade e coordenação motora. “Por ser encontrado em cinco tensões, é possível escolher o modelo mais apropriado para a sua série de treinos e, depois, ir trocando de elástico para aumentar o nível de dificuldade”, conta.

+ VEJA TAMBÉM: 4 bebidas energizantes: nutri ensina receita de suco, smoothie, suchá e milkshake para dar energia

Tapete ou colchonete 

Segundo a personal trainer, o tapete ou colchonete são um dos acessórios indispensáveis para os treinos em casa. “Ele protege a coluna e os joelhos, e pode ser utilizado na prática de ioga, alongamentos, relaxamentos, abdominais e exercícios para pernas e glúteos”, pontua.

A decisão de compra do tapete deve levar em consideração alguns aspectos, como a altura de quem vai utilizá-lo. “Um tapete pequeno demais atrapalha a execução dos movimentos. O tamanho ideal é o que cobre da cabeça ao quadril ao deitar. A espessura é outro detalhe importante. A maioria das opções do mercado tem de três a oito milímetros, e quanto menor, mais leve”, comenta.

Caneleira 

Tradicional em academias para o fortalecimento de pernas e glúteos, também pode ser utilizada em exercícios caseiros por seu preço acessível. 

“É possível adaptar a série de treino para se exercitar na sala, na varanda ou no quarto usando a caneleira. É um item indicado para definição e fortalecimento muscular, inclusive na reabilitação de atletas lesionados. Os exercícios feitos com a caneleira isolam o músculo e trabalham uma região de cada vez, como panturrilha, coxas, quadril e glúteos”, aponta Sol.

Bola Suíça e Bola Tonificadora

Também conhecida como bola de pilates, o item auxilia na reabilitação, no fortalecimento e no equilíbrio do corpo. “Os movimentos feitos com a bolsa são de fácil execução e de baixo impacto, por isso são recomendados por profissionais aos alunos que também queiram treinar em casa". 

A bola tonificadora também é bastante usada em reabilitação e pilates, uma vez que intensifica outros exercícios. “É um bom equipamento para treinar em casa principalmente porque os exercícios feitos com ele costumam ser de baixo impacto e trabalham todos os membros. Você pode fazer um circuito completo de abdominais, membros inferiores e superiores, apenas inserindo a bola tonificadora para aumentar a queima.”

Roda de exercícios abdominais 

Trabalha o core e exige a ativação de vários músculos simultaneamente, resultando em um movimento completo e abrangente de tronco e membros superiores. “O core é responsável pela sustentação do corpo; dessa forma, o fortalecimento da região auxilia na execução dos demais exercícios e previne lesões”, completa.

Último acesso: 22 Jan 2022 - 20:25:07 (1045050).