Caetano Veloso celebra 78 anos em sua primeira Live Show na quarentena; transmissão ocorrerá no dia 7 de agosto

Apelidada de “Live Lenda”, o show será transmito pelo Globoplay; confira

REDAÇÃO BONS FLUIDOS Publicado sexta 31 julho, 2020

Apelidada de “Live Lenda”, o show será transmito pelo Globoplay; confira
Caetano Veloso celebra 78 anos em sua primeira Live Show na quarentena - Instagram / @caetanoveloso / Foto: Mauro Utida

Caetano Veloso finalmente anunciou sua primeira Live Show durante a quarentena! E há um motivo especial por trás, pois a transmissão ocorrerá em comemoração ao aniversário de 78 anos do cantor baiano. Parabéns, Caetano!

O show particular irá acontecer na primeira sexta-feira do mês de agosto, mais especificamente no dia 7, data em que o cantor nasceu, às 21h30. Para acompanhar a apresentação especial, basta se conectar ao Globoplay. Imperdível!

O show foi apelidado carinhosamente de “Live Lenda”, em referência à insistência da esposa, Paula Lavigne, e dos muitos fãs de Caetano, que estão pedindo a aparição musical do cantor desde o começo do período de isolamento social. Recentemente, foi o grande Gilberto Gil que deu as caras numa apresentação que também ocorreu em comemoração aos seus 78 anos.

E nessa série de coincidências com o número 78, podemos ver que a Live de Caetano ocorrerá no dia 07/08, além de ter sido anunciada no 78º episódio do programa Sinta-se em Casa, feito por Macelo Adnet. Demais, não?

Na “Live Lenda”, Caetano irá se apresentar ao lado dos filhos Moreno, Tom e Zeca. Juntos, cantarão clássicos que marcaram os 60 anos de carreira do artista, como “Odara”, “Tigresa”, “Alegria, Alegria”, “Você Não Me Ensinou a Te Esquecer”, “Abraçaço”, “Não Enche”, “Tropicália”, “Desde Que O Samba É Samba”, “Debaixo dos Caracóis dos Seus Cabelos”, “Reconvexo”, “Leãozinho”, entre outros.

SOBRE O CANTOR

Caetano Veloso é inegavelmente um ícone da música popular brasileira. Foi apresentado ao mundo musical por sua irmã mais nova, Maria Bethânia, de 74 anos, e viu sua carreira explodir na década de 1960.

Esteve ao lado de Gilberto Gil, Os Mutantes, Gal Costa, Tom Zé e Torquato Neto como um dos precursores do movimento cultural brasileiro conhecido como Tropicália, ou tropicalismo.

Ao longo de sua carreira, lançou mais de 40 discos, dentre parcerias com lendas como Chico Buarque, sua própria irmã Maria Bethânia, Ivete Sangalo, Jorge Mautner e Maria Gadú.

Último acesso: 09 Aug 2020 - 08:42:58 (1043167).