Anti-inflamatório e antifúngico: conheça os benefícios do óleo de coco para a saúde íntima

Thais Zeque, ginecologista e obstetra explica mais sobre o produtinho natural que está sendo muito procurado pelas mulheres

Bons Fluidos Publicado segunda 21 junho, 2021

Thais Zeque, ginecologista e obstetra explica mais sobre o produtinho natural que está sendo muito procurado pelas mulheres
Anti inflamatório e antifúngico: conheça os benefícios do óleo de coco para a saúde íntima - Freepik

O óleo de coco se tornou queridinho por ser um tipo de gordura natural que traz muitos benefícios para a saúde da pele e dos cabelos. Mas o que muitos ainda não sabiam é que suas propriedades fazem bem para a saúde íntima das mulheres. A busca por óleo de coco disparou nos últimos tempos e esse crescimento acontece pelos benefícios comprovados para os cuidados com a saúde íntima das mulheres, conforme explica Thais Zeque, ginecologista e obstetra do Rio de Janeiro. 

“A procura por óleo de coco para limpeza da vulva está crescendo, pois estão sendo comprovados os benefícios, já que o óleo de coco orgânico tem ação anti inflamatória e antifúngica. Ele tem ação anti inflamatória, diminuindo as bactérias que não fazem parte da flora vaginal, com isso as infecções urogenitais diminuem muito com o seu uso. Podemos falar inclusive em casos de cistite de repetição, que o óleo de coco ajuda muito, porque o meato uretral ele desemboca exatamente na parede anterior do intróito vaginal, onde utilizamos o produto”, explica a especialista.

+++ 5 coisas que você não deve fazer depois de tomar a vacina contra a covid-19

Outro benefício associado ao uso do óleo é a diminuição da candidíase, uma intercorrência que afeta muitas mulheres após idas à praia, piscina e academia, uso de roupas justas, e até devido ao enfraquecimento do sistema imunológico ou uso prolongado de remédios 

“Em relação a candidíase, é o que mais está em alta o seu uso, devido ao melhor efeito contra candida albicans e candida glabrata. Ele normaliza o pH da vagina e tem ação anti fúngica. Esse pH que fica em torno de 4,5,  é se sai melhor do que a ação de alguns antifúngicos conhecidos", explicou a profissional.

"Quando comparamos o seu uso ao de  comprimidos de Fluconazol, os estudos mostram que o óleo de coco é até melhor, muitas vezes, temos que associar com o antifúngico mesmo, mas os estudos hoje em dia associam muito o óleo de coco com o clotrimazol e falam de um futuro promissor para o uso do Clotrimazol e o óleo de coco para o tratamento de candidíase vaginal”, apontou Thais Zeque.

+++ Dia mundial do Yoga: conheça a filosofia capaz de controlar as emoções e proporcionar bem-estar físico

A especialista ressalta ainda que o óleo de coco recomendado para a limpeza vaginal não é o mesmo que encontramos em perfumarias e farmácias. Para a área íntima, é indicado o óleo de coco orgânico manipulado para esse uso, após prescrição médica. 

“Vale lembrar que esse óleo de coco não é aquele que compramos em lojas de cosméticos, etc, ele é um óleo de coco orgânico que deve ser feito em farmácia de manipulação manipulado em cápsulas, que facilitam a sua absorção,  após indicação do seu ginecologista.  Quando mandar manipular, sempre verificar se é um óleo de coco orgânico e se atentar a sua origem”, ressalta. 

Não há contra-indicações ao seu uso, porém, o ideal é não utilizá-lo em excesso e sempre ter indicação médica.


Dra. Thais Zeque CRM: 5269335-9 - Ginecologista e obstetra, especialista em Implante Hormonal, Colposcopia e HPV
(21) 3385-4183 / 99524-4183 
Instagram: https://www.instagram.com/drathaiszeque/?hl=pt

Último acesso: 29 Nov 2021 - 03:23:16 (1045190).