INSPIRACAO

Vítima de câncer, paciente deixa herança R$ 8,2 milhões para hospital em São Paulo

O Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) recebeu um presente mais do que especial e, digamos, inesperado: a herança de 8,2 milhões de reais do advogado Orlando Di Giacomo Filho, solteiro e sem filhos, que permaneceu como sócio e funcionário do escritório Demarest por 47 anos.

Em 11 de setembro de 2012, Orlando faleceu no Hospital Sírio-Libanês. Vítima de um câncer no pulmão aos 72 anos de idade, o advogado ficou três anos em tratamento contra a doença.

+++ 5 anos após o acidente do avião da Chapecoense, Jakson Follmann fala sobre sua fé: ''Através do tempo, a vida continua''

Durante o processo, Di Giacomo Filho esteve em contato com o Dr. Paulo Hoff, diretor-geral do Icesp, que lhe explicava sobre a dinâmica dos tratamentos contra cânceres no Instituto.

Em homenagem ao local de trabalho do profissional e amigo que o acompanhou durante o tratamento, aos médicos, enfermeiros e pacientes, Orlando deixou em seu testamento a herança milionária, que corresponde a 90% de seu patrimônio, para que fosse feita uma reforma nas unidades do SUS e particular hospitalares.

+++ Malala Yousafzai, a mais jovem ganhadora do Prêmio Nobel da paz, se forma em Oxford

Passando pelo prédio de 28 andares da Icesp, localizado na Avenida Doutor Arnaldo, em São Paulo, podemos ver as mudanças estruturais. O final da reforma está previsto para este mês de dezembro. As informações são do Estadão.

As últimas notícias de inspiracao