COMPORTAMENTO

Conheça o jovem cientista brasileiro selecionado para estudar o coronavírus na Califórnia

Nascido e criado em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, Rômulo Neris, tem uma missão a cumprir na Califórnia, nos Estados Unidos: ele foi selecionado pelo país norte-americano para realizar pesquisas sobre o novo coronavírus 

O jovem de 27 anos é Doutorando em imunologia e inflamação na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e fazia uma graduação sanduíche desde agosto de 2019 na University of California Davis, onde se prepara para apresentar sua tese baseada em estudos sobre o arbovírus chikungunya. 

Este ano, algumas coisas saíram do planejado para Rômulo depois que a nova pandemia da Covid-19 assolou países em todo o mundo e ele precisou retornar ao Brasil, mas logo foi chamado de volta aos EUA. 

VEJA MAIS: Vidas negras importam! Confira algumas das personalidades que apoiam o movimento antifascista e antirracista

Ele foi um dos sete brasileiros selecionados para contemplar uma bolsa de pesquisa de três meses oferecida pela Dimensions Sciences, uma organização fundada nos Estados Unidos pela brasileira Marcia Fournier, uma executiva de biotecnologia que mora em Washington. 

Em entrevista à BBC Brasil, o jovem contou que está de volta ao país norte-americano e aguarda o tempo de 14 dias de isolamento exigidos para viajantes do exterior e então começará a estudar as particularidades do vírus.

"Vou estudar a genética do vírus e suas mutações, mas também alterações observadas no indivíduo durante a infecção, como metabólicas e pulmonares. A ideia é entender como o vírus infecta células de diferentes tecidos e por que há quadros tão diversos e às vezes tão graves — em alguns, sem nenhum tipo de comorbidade",  disse ele. 

Rômulo credita suas conquistas no esforço pessoal, que para ele, foi um catalisador de oportunidades: "Posso dizer que de certo modo o sucesso é proporcional ao esforço… O sucesso é consequência do esforço, na verdade. Mas não é o esforço que vai determinar o tamanho desse sucesso — este é completamente proporcional ao contexto. Isso é algo que muita gente não considera nessa equação, as pessoas acham que o esforço leva diretamente ao sucesso". 

As últimas notícias de comportamento